Depois de muita polêmica e adiamentos, finalmente a municipalização do trânsito de Guarapari vai virar realidade. Na prática faltam apenas alguns detalhes para que a prefeitura possa assumir a responsabilidade de administrar o trânsito da cidade. E isso abre caminho para multar veículos e conceder a exploração do estacionamento rotativo, por exemplo.

Há duas semanas, agentes de trânsito da prefeitura já estão nas ruas entregando panfletos e dando orientações para motoristas e motociclistas que circulam pela cidade. Em alguns dias, podem começar a multar.

Os agentes municipais já estão orientando e notificando os motoristas pelas ruas da cidade. Foto: Divulagção
Os agentes municipais já estão orientando e notificando os motoristas pelas ruas da cidade. Foto: Divulgação

“Faltam apenas alguns detalhes, como a oficialização do convênio com o Detran e com a Polícia Militar. O trânsito de Guarapari hoje está municipalizado e os agentes já estão nas ruas orientando motoristas”, explicou a secretária municipal de fiscalização, Elizabeth Ribeiro.

A secretária disse ainda que não há uma data certa para que a prefeitura comece a multar, mas os agentes já têm todas as ferramentas para isso.

Nas próximas semanas os agentes de trânsito já começam a multar. Foto: Divulgação
Nas próximas semanas os agentes de trânsito já começam a multar. Foto: Divulgação

“Os blocos de multa já estão prontos, assim como a conta onde serão depositados os valores referentes às infrações, além deles terem passado por treinamento e capacitação. Todo o valor arrecadado com as multas será, por lei, reinvestido no trânsito da cidade”, completou a secretária.

Nós próximos meses começará a ser elaborado o edital para contratação de mais agentes de trânsito. O número de contratados ainda não será divulgado, mas a expectativa é de que até fevereiro de 2016 estes novos agentes já estejam atuando nas ruas.

Mesmo com a municipalização do trânsito de Guarapari, alguns delitos de trânsito ainda serão de competência do governo do Estado, através da Polícia Militar.

“Dentro da legislação do trânsito você tem as competências estaduais e municipais. Parada irregular, estacionamento em local proibido, avanço de sinal e uso do cinto, por exemplo, será competência do município fiscalizar e multar. Acidentes com vítimas e embriaguês no volante já seriam por conta da Polícia Militar”, explicou a secretária de fiscalização.

Deixe seu comentário