JB Padrão
Ribero e Padua
Banner TOP

Uma liminar concedida pelo juiz eleitoral de Alfredo Chaves, Arion Mergar, manteve no cargo o prefeito de Alfredo chaves, Roberto Fiorin (PSB). A decisão da Justiça Eleitoral foi concedida em uma ação cautelar e suspende os efeitos da sentença da 2ª Vara Federal Criminal de Vitória, que condenou Fiorin a ficar cinco anos sem poder exercer cargo público, devido a desvio de recursos públicos federais cometido em 1999, quando ele era prefeito.

Agora, a defesa do prefeito aguarda o julgamento de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), no qual questiona supostas irregularidades no processo em que Fiorin foi condenado pela 2ª Vara Federal Criminal de Vitória.  Procurado pelo Portal 27, o prefeito não quis comentar o assunto, mas aceitou falar sobre a situação geral da cidade, na entrevista que você confere abaixo.

Prefeito falou sobre a cidade.
Prefeito falou sobre a cidade.

A cidade passou por momentos difíceis no ano passado com a enchente. Como está Alfredo Chaves agora?

Alfredo Chaves, após ter passado por essa tragédia que necessitou de um atendimento emergencial às famílias da sede e do interior, vive um momento de superação, confiante em nossa gestão. Logo após ter passado a parte emergencial, montamos frentes de trabalho para obras de reforma e construção de pontes, bueiros, abastecimento de água, desobstrução e limpezas de estradas e rurais, como também, os trabalhos de reestruturação de ruas e prédios públicos da sede, na verdade, na recuperação de tudo que foi destruído pelas águas. Um dos maiores problemas enfrentados pela população foi a falta de água, acarretada com a destruição da adutora que abastece a cidade, mas com empenho da equipe do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e voluntários, conseguimos resolver com grande êxito.

Hoje a cidade está vivenciando diversas obras, como a reconstrução de vias públicas, acertos na iluminação pública, reconstrução das redes de água e construção de muros de arrimos. Outros serviços vem sendo realizados pelo Departamento de Estradas e rodagem (DER) como as obras em trechos da ES 146, no bairro Cachoeirinha e a estruturação da ponte de acesso ao mesmo bairro. As obras na parte da avenida Lauro Ferreira Pinto, no Centro da cidade, comprometida com a enchente e a ampliação da ponte Feliciano Garcia, que dá acesso ao bairro Portal dos Imigrantes, serão também de responsabilidade do Estado. O governador Renato Casagrande já se comprometeu em fazê-las.

Lembramos que todas as famílias afetadas, em decorrência da tragédia, foram prontamente atendidas. Em menos de um mês após a enchente e até hoje, temos 30 famílias morando em casas mantidas por aluguel social.

Existe algum projeto para evitar este problema novamente?

Projeto específico não existe, pois os danos causados pela enchente na cidade foram devidos a um grande volume de água derramado sobre o município em poucas horas, uma situação climática que tem como evitar,  mesmo diante de um grande plano de ação. Como todos viram pela mídia, não somente os moradores ribeirinhos foram afetados, mais praticamente toda a cidade e diversas comunidades rurais. Foi muita chuva em pouco tempo, os rios não deram conta de drenar toda água, o que ocasionou em um grande alagamento, bem como na destruição com a força das águas.

Mas, com certeza é uma preocupação da prefeitura que todas as obras de reconstruções, muros de contenção, pontes e bueiros tenham toda a estrutura reforçada e planejada para enfrentar catástrofes como essa. Estamos também dando mais estrutura a nossa Defesa Civil.

Fiorin está confiante na recuperação da cidade.
Fiorin está confiante na recuperação da cidade.

Na área administrativa, o que já foi feito pela sua gestão?

Estamos reorganizando alguns setores e serviços para dar mais estrutura aos servidores e a população. Estamos iniciando um programa de Capacitação para os servidores em parceria com a Escola de Serviço Público do Estado (Esesp), com objetivo de melhorar o atendimento ao cidadão; lançamos recentemente um novo site; estamos repensando alguns contratos de serviços para diminuir gastos. Um exemplo foi dos serviços de internet que aumentamos a velocidade e diminuímos a despesa. Iremos realizar um curso de planejamento estratégico com toda a equipe de governo para traçarmos as nossas metas e prioridades para esses quatro anos de nossa gestão.

Na sua avaliação, em qual área a cidade está precisando de mais investimentos?

Todo município, independente da estrutura e da qualidade de vida, sempre precisa se desenvolver e, obras nunca faltam para que isso aconteça, pois vão surgindo novas demandas. Com Alfredo Chaves não seria diferente. A cidade contou nas duas últimas administrações com um grande gestor, mas o trabalho em prol população deve continuar. Inauguramos a nova sede da escola Ana Araújo, iniciada na gestão de Dr. Fernando e a reforma geral e ampliação da Escola Felipe Módulo do distrito de Matilde e terminamos obras de reformas em várias quadras poliesportivas e calçamentos na sede e interior.

Algumas obras agora são prioritárias e já estão em andamento como a reforma geral do antigo jardim de Infância (agora Cemei José de Anchieta), afetado pela enchente; reconstrução de vias públicas da sede e conservação das estradas rurais. Outras obras como, por exemplo, a pavimentação de várias ruas, é também nosso objetivo, pois queremos 100% da cidade pavimentada e drenada.

Junto com o governo do Estado priorizamos outros investimentos como a construção de casas populares para àquelas famílias que estão em aluguel social, construção de uma nova escola municipal em Ibitirui, construção da quadra poliesportiva da escola municipal Ana Araújo, asfaltamento da estrada que liga à sede ao distrito de Sagrada Família.

Em breve iremos inaugurar uma academia popular com parquinho em nossa cidade, na área do Estádio Carlos Soares Pinto. Estamos, também, com projetos para calçamento do bairro Ipanema, construção da ponte que liga o bairro Outro Branco ao Parque de Exposição, além de obras para fomentar o turismo, como um Centro de Atendimento ao Turista em Matilde e outras ações para incentivarmos o agroturismo.

E para o futuro? Quais os projetos para a cidade?

Temos vários projetos que envolvem melhorias na infraestrutura da cidade, para fomentar o turismo, bem como melhorar os serviços de saúde e atender ainda com mais qualidade os nossos alunos. Esperamos concluí-los, mas iremos precisar de ajuda dos governos Estadual e Federal, em virtude de termos um orçamento pequeno. Com o fim do Fundap estamos perdendo uma média de R$ 200 mil por mês, o que, para nós, município pequeno, representa significativamente em nosso orçamento. Mas com força de vontade, muito trabalho e participação da população iremos em frente, realizando o melhor para Alfredo Chaves.

Para finalizar, o que o senhor tem a dizer ao povo de Alfredo Chaves?

A população sabe que pode sempre contar comigo. A minha vida foi sempre voltada para Alfredo Chaves. Quando fui prefeito, pela primeira vez, tive a grata satisfação de estar mais junto de todos. E mesmo depois, fora do executivo, sempre estive por perto dos alfredenses, atendendo-os no INSS. Quando em 2011 fui convidado para assumir a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, tive a oportunidade de fazer mais pelo município. Agora, novamente como prefeito, o compromisso com Alfredo Chaves continua, pois quero fazer muito ainda pela minha terra em desenvolvimento social, saúde, educação, turismo, lazer, obras e infraestrutura. Gostaria de agradecer os nossos servidores, sempre muito empenhados e o carinho recebido pela nossa. Conto com a ajuda de todos para administrarmos a nossa querida Alfredo Chaves e sermos uma cidade cada vez melhor.

Camara Municipal de Guarapari – Participe
Ideally

Institucional MAllagutti
Banner Marcelo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here