Segue até a próxima sexta-feira (20) a exposição de pinturas de alunos de altas habilidades e superdotação da escola Maria Luiza Flores, da comunidade de Mãe-Bá, em Anchieta. A mostra, em cartaz no auditório da Câmara Municipal, faz parte do projeto “A Multiplicidade Artística”, coordenado pelo Centro de Referência para Apoio e Atendimento Educacional (CRAAE).

Na exposição, o público pode apreciar obras de arte em diferentes estilos, que vão do clássico ao expressionismo abstrato. Os temas são variados, entre eles natureza-morta, retrato, cenas religiosas e paisagem. “A exposição dá aos alunos incentivo para continuarem desenvolvendo o seu talento”, explica o coordenador do Museu de Arte do Espírito Santo, Renan Andrade.

8737_10152101109304095_443971159_n
Prefeito marquinhos foi retratado.

A exposição foi aberta no último dia 5, é gratuita e pode ser vista diariamente, das 8 às 17 horas, no auditório Zeferino Vettoraci, na Câmara Municipal. O projeto visa valorizar os alunos por meio do incentivo à produção artística, ao estudo de técnicas, visitas a mostras culturais e exposição das obras.

“Multiplicidade Artística”

O projeto “Multiplicidade Artística” foi desenvolvido no pólo da escola de Mãe-Bá pelas professoras Claudete Martins Honorato e Jussara Zambon Filete, em parceria com o coordenador do Museu de Arte do Espírito Santo, Renan Andrade, e os artistas da terra Rodrigo Ludgero e Nerly Andrade.

1469880_10152101099524095_864924590_n
A mostra está em cartaz no auditório da Câmara Municipal.

Durante o projeto os alunos visitaram, em setembro último, a Galeria Homero Massena, em Vitória, onde puderam conhecer a exposição “Mistérios do Egito Antigo”. Em outubro, eles participaram de uma aula do curso de Artes Plásticas da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).