A indicação do diretor-presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Munir Abud de Oliveira, foi aprovada pelo Banco Central do Brasil na última quarta-feira (24). Na segunda-feira (1º), ele toma posse oficialmente no cargo e dará início às ações como executivo do banco.

Munir Abud assume o Bandes com o objetivo de ampliar e atualizar os produtos e serviços oferecidos para as empresas de todos os portes do Espírito Santo. “O banco passou por uma modernização administrativa, reposicionamento comercial e reversão de resultados. Agora vamos dar uma atenção especial ao sistema de Parcerias Público-Privadas (PPPs) do Espírito Santo, bem como buscar a desburocratização de projetos em andamento, assegurando o desenvolvimento econômico do Estado”, apontou.

Munir Abud assume o Bandes com o objetivo de ampliar e atualizar os produtos e serviços oferecidos para as empresas de todos os portes do Espírito Santo.

Ataques. Durante essa semana (22) um jornal de Cachoeiro, postou uma noticia onde supostamente Munir seria investigado pelo Ministério Público Estadual (MPES) por prática de ilícito. A informação invadiu as redes sociais e provocou uma resposta imediata do MP, que emitiu uma certidão que comprova se tratar de uma notícia inverídica.

Não há investigação. O promotor Robson Sartório, da Comarca de Anchieta, concluiu a manifestação certificando que: “(…) não figurando no respectivo despacho de encaminhamento o nome do requerente MUNIR ABUD DE OLIVEIRA como pessoa a ser investigada”. Munir Abud informou que as medidas cabíveis serão tomadas a fim de que a verdade seja reestabelecida. Munir vence os ataques e assume como presidente de um dos Bancos mais importantes do Estado.

Sobre Munir Abud. Advogado, antes de chegar ao Bandes, Munir Abud atuou como diretor-presidente da Agência de Regulação de Serviços Públicos do Estado do Espírito Santo (ARSP). Foi procurador-geral de Anchieta e conselheiro da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Espírito Santo OAB/ES. Mestrando em Direitos e Garantias Fundamentais pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV), ele é pós-graduado em Direito Administrativo (2020) pela Pontifícia Universidade Católica (PUC/MG).

Deixe seu comentário