O barulho dos fogos de artifícios, principalmente na virada do ano nas Praias de Guarapari vão ser assunto hoje na Câmara Municipal de Vereadores. O fato do barulho incomodar as pessoas com autismo e os animais trouxeram o assunto à tona e vai ser tema da audiência pública. Segundo o vereador proponente, Denizart do Nascimento, uma das sugestões é que o barulho seja substituído por música.

A audiência acontece hoje, 18/12 às 18h no plenário Ewerson de Abreu Sodré. O intuito é que os shows pirotécnicos que acontecem ao som dos estampidos dos fogos sejam luminosos, porém sem barulho ou com música. O vereador informou que pretende criar uma lei regulamentando a situação, caso seja do interesse da comunidade.

“São vários os objetivos dessa audiência pública, entre eles o de retirar o barulho dos fogos que incomoda as crianças autistas, idosos e os animais. Nós temos muitas queixas de mães de crianças autistas, cuidadores de animais que nos procuraram reclamando sobre o estampido dos fogos. Nossa intenção é manter o show pirotécnico, porém retirar o barulho”, esclareceu Zazá.

No último dia 10, o assunto também foi discutido na Câmara durante a audiência pública sobre regularização de shows no município. Leia aqui!

Na ocasião, os vereadores, a população e os promotores de eventos debateram as consequências que os shows trazem para sociedade. Entre elas o incômodo que o som alto causa nos moradores do entorno das áreas dos shows e o pânico que os fogos geram aos portadores de autismo e também aos animais.

Autistas tem crises de pânico ao ouvir o barulho dos fogo. A dona de casa Rosemélia Ramos Nogueira é mãe de duas crianças autistas de 3 e 10 anos. “Meus filhos ficam muito nervosos e o mais novo corre para o meu colo e fica perguntando que barulho é esse. Como mãe, fico muito triste em ver o sofrimento dos meus filhos sem necessidade. Há anos não passo o ano novo em Guarapari justamente por isso. Seria maravilhoso se ao menos os fogos usados nesses eventos fossem aqueles que não fazem barulho.”

Cães e gatos ficam desnorteados. A pet siter, Schelly Sampaio da Flor de Liz Pets Hotel contou que na virada do ano não costuma sair de casa, para cuidar dos seus cães e protege-los. “Com o barulho dos fogos os cães ficam tremendo, agitados, correm em círculo e chegam até babar. Pode até ocorrer infarto nos animais”, comentou.

 

Deixe seu comentário