A Prefeitura de Belo Horizonte publicou, na última sexta-feira (8), um decreto que retoma restrições para a contenção da Covid-19 na cidade a partir do dia 11. O decreto no Diário Oficial do município desautoriza funcionamento de salões de beleza, centros automotivos, lojas de roupa, entre outros, mas deixa liberadas as atividades de padarias, farmácias, postos de gasolina e supermercado, dentre outros comércios.

Nesta segunda-feira (11) as novas medidas entram em vigor.

A prefeitura afirmou no decreto que levou em conta a capacidade da rede de assistência local e o número alto de casos confirmados de coronavírus na cidade, e que por isso decidiu tais restrições.

O prefeito de Belo Horizonte afirmou via redes sociais que a cidade havia chegado no “limite” da Covid-19. “Chegamos no vermelho. O comerciante tem que se preparar, porque sexta-feira soltaremos um decreto voltando a cidade à estaca zero. São números impressionantes, houve uma importação de doença surpreendente. Temos casos de famílias inteiras, que passaram o Natal juntos, infectados e internados”, afirmou o prefeito Alexandre Kalil.

Deixe seu comentário