Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que é comemorado hoje, 08 de março, a Prefeitura de Guarapari, através da Secretaria de Trabalho, Assistência e Cidadania (Setac), em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), realizou uma caminhada de mulheres pelas ruas da cidade.

Foto: Gessika Avila/Portal 27
As mulheres caminharam pelas ruas da cidade na manhã desta terça. Foto: Gessika Avila/Portal 27

A caminhada teve o objetivo de comemorar e exaltar a figura feminina neste importante dia. As mulheres se reuniram em frente a Setac, localizada na Rua Santo Antonio, em Muquiçaba, às 9h, e saíram caminhando em direção ao Centro da cidade. O percurso terminou na praça do Radium Hotel.

Foto: Gessika Avila/Portal 27
Maria Helena falou da importância do Dia Internacional da Mulher. Foto: Gessika Avila/Portal 27

A secretária de Trabalho, Assistência e Cidadania, Maria Helena Netto, destacou que a caminhada vem sendo realizada há mais de dez anos e falou da importância do Dia Internacional da Mulher. “O dia 08 é apenas um dia para lembrar das conquistas e do que nós temos, enquanto mulher, a conquistar: a igualdade de gênero, a igualdade e o respeito pelo nosso trabalho. Não é só o trabalho da mulher empresária, da mulher executiva, é de todas as mulheres. Da mulher trabalhadora, da dona de casa, da que faz o serviço na rua, que limpa as ruas”.

Ela continua: “O dia de hoje é uma homenagem a todas essas mulheres. Destacar a importância do trabalho delas frente a sociedade brasileira. Nós somos, hoje, responsáveis pela construção da nossa família e do nosso país e é muito honroso para nós mulheres termos a certeza de que este país vai mudar e tem mudado com a força do nosso trabalho”.

Foto: Gessika Avila/Portal 27
Candida (ao centro) ressaltou que hoje é um dia de reflexão para as mulheres. Foto: Gessika Avila/Portal 27

Candida Magalhães, presidente do CMDM, ressaltou que hoje é um dia de reflexão para as mulheres. “Reflexão dos direitos de igualdade, reflexão da não violência. É um dia que a gente também usa para refletir, para palestrar sobre esses temas, que são inquietantes para nós mulheres. Esta caminhada é para mostrar a força da mulher, a união da mulher, porque a luta não é única, é de todas”.

Foto: Gessika Avila/Portal 27
Lucineia é uma das assistidas pelo Centro de Apoio à Mulher “De Todas as Marias”. Foto: Gessika Avila/Portal 27

Entre tantas mulheres que participaram da caminhada, Lucineia do Nascimento, 36 anos, é uma das assistidas pelo Centro de Apoio à Mulher “De Todas as Marias”. Ela falou sobre a data especial e a luta das mulheres: “O papel da mulher hoje na sociedade é muito importante. A gente tem que lutar pelos nossos direitos. Sobre a agressão física, a gente tem que levantar a cabeça e sair dessa rotina de ficar presa em cárcere privado, achando que não tem ninguém para lutar por nós. No Centro de Apoio à Mulher a gente encontra apoio psicológico, apoio jurídico. Eu já sofri muito, 12 anos atrás, e agora eu estou renovada”.

Deixe seu comentário