Os 65 lojistas que ocupavam o centro comercial “Shopping Praia do Morro” podem ganhar um novo espaço durante sete meses para vender suas mercadorias. O espaço usado por eles durante 17 anos pegou fogo na última quarta-feira e tudo o que eles tinham, virou cinzas.

O local estudado é o espaço onde funciona o parque na Praia do Morro.

O gerente do local, juntamente com o contador do proprietário, Guilherme Tarcísio, disse que a empresa já protocolou na prefeitura, o processo para viabilização para alvará de funcionamento para os comerciantes.

“Quanto ao terreno onde funciona o parque, nós já conseguimos, o que falta agora é a liberação da prefeitura para que os lojistas possam se instalar no local embaixo de tendas. Eles poderão ficar no terreno de maio a novembro, justamente por causa do parque que chega em dezembro”, disse ele.

O contador mostra o documento protocolado na prefeitura.

Após os sete meses, os comerciantes terão que deixar o local, e o que o contador espera, é que até lá, a nova feirinha já esteja reformada, e os lojistas possam ocupar o local como fizeram durante quase duas décadas.

“O Ministério Público não quer a reforma onde ocorreu o incêndio, mas nós precisamos da ajuda do poder público para reformar conforme era, já que se formos atender as exigências do MP, 25 expositores terão que ficar de fora, o que não é justo, porque queremos acolher todos eles”, explicou.

Ainda de acordo com o contador, todos os projetos serão apresentados, como novo projeto arquitetônico, elétrico e hidráulico, mas que não será uma nova construção, e sim uma reforma dentro dos padrões anteriores.

Deixe seu comentário