Nesta quinta-feira (15) a igreja Católica celebra a tradicional festa de Corpus Christ, quando os fiéis realizam uma procissão sobre um tapete artesanal com temas religiosos. Este ano o material usado para confecção dos tapetes será diferente e o número de comunidades participantes foi reduzido.

“Dessa vez optamos por usar uma pedrinha pequena de mármore que ela adere melhor a pintura e dá mais segurança ao tapete. Ele será feito com placas de ferro cujo os desenhos já foram criados antes e agora a gente só vai preencher lá”, contou o padre Gudialace Oliveira.

Segundo o padre, 18 toneladas de pedrisco, que são as pedras de mármore citadas pelo padre; 500 quilos de malha 40 e 50 quilos da malha 25, que são o pó de mármore. As pedras de mármore ou pedrisco serão foram pintadas ao longo do ano. Ele também lembrou que como as placas de ferro já tem as imagens prontas o trabalho vai ser mais fácil de ser realizado e com isso as pessoas não tem o dom de desenhar também poderão ajudar a fazer o tapete.

Este ano apenas duas comunidades vão participar da confecção do tapete.

O sacerdote também relatou que dessa vez o número de comunidades confeccionando os tapetes será menor. “Teremos menos comunidades participando da confecção do tapete. A paróquia foi dividida em agosto do ano passado. Foi criada a paróquia Beato Padre Eustáquio então para essa paróquia ficaram onze comunidades, deixando aqui no Centro somente duas”.

Essas duas comunidades é que vão fazer os tapetes, mas o padre também convidou a população para ajudar. “Todas as pessoas que se encontrarem livres e com disposição a partir das cinco horas desta quarta-feira se juntem a nós para formarmos este tapete para Nosso Senhor Jesus Cristo, que é uma forma de prestarmos a homenagem que ele merece”.

Padre Gudialace afirmou que a realização do tapete é uma forma de homenagear Jesus. “Existe uma tentativa de reproduzir quando Jesus passou por Jerusalém e as pessoas colocavam os seus mantos para que ele pudesse passar por cima com seu jumento. Então é uma forma de reproduzir isso com carinho e criar para Jesus um tapete onde ele possa passar por nossa cidade como se estivesse entrando em Jerusalém para abençoar também”.

Origem. O feriado teve surgiu no século XIII, quando a igreja a igreja propôs que as pessoas separassem uma data para sentir a presença de Cristo. O padre Gudialace Oliveira explicou o significado de Corpus Christ.

Após a missa realizada no Radium Hotel acontece a procissão pelo tapete na avenida Joaquim da Silva Lima.

“A tradução literal da palavra é o corpo de Cristo. Mas essa é uma festa que é uma associação da Semana Santa, que é a quinta instituição da eucaristia. Como na Quinta-Feira Santa nós estamos todos vivendo um clima de entrega e luto pela morte de Jesus, a igreja viu que não teria condições de não celebrar essa festa tão importante para nós. Por isso, ela foi transferida para depois do Tempo Pascal para que pudéssemos celebrar com muita dignidade a instituição da eucaristia de Nosso Senhor Jesus Cristo, quando ele se entregou para nossa salvação se fazendo pão e vinho, seu corpo e seu sangue”.

A missa de Corpus Christ será celebrada pelo padre Gudialace na quinta-feira às cinco da tarde na Praça do Radium Hotel e em seguida acontece a procissão na avenida Joaquim da Silva Lima, no Centro.

Deixe seu comentário

Comments are closed.