A Comissão Processante de Investigação (CPI), que analisa a denúncia contra o vereador Dito Xaréu (SDD), por supostos crimes de corrupção avança na Câmara Municipal. Desde o mês passado já foram ouvidos três empresários, que são proprietários de casas de eventos localizadas na cidade e haviam sido citados nos áudios: Sandro Abreu, Saulo Venturini e João Vitor Guimarães Vaz.

Os empresários Kaedy Azevedo e Braz Bertocchi também foram convocados e não compareceram na primeira oitiva. Porém, apenas o segundo justificou sua ausência e posteriormente prestou esclarecimentos.

O ex-secretário de Turismo, Edgar Behle; prestou depoimentos a CPI

Secretários. Além dos empresários, secretários municipais que foram citados nos áudios também foram ouvidos. o ex-secretário de Turismo, Edgar Behle; a secretária de Saúde, Alessandra Gaigher; a secretária de Análise e Aprovação de Projetos, Milena Ferrari; a secretária de Meio Ambiente e Agricultura, Thereza Christina Barros.

Além desses, também prestaram depoimentos o secretário Adjunto de Meio Ambiente e Agricultura, Breno Simões Ramos; a ex-secretária de Turismo e Esportes, Cláudia Martins; o procurador geral do município, Américo Soares Mignone e o técnico administrativo do Executivo Márcio Siqueira.

Vereador Marcos Grijó, Fernanda Mazzelli e Wendel Lima, fazem parte da Comissão.

Contradições. O ex-secretário Municipal de Turismo Edgar Bhele, não havia comparecido a primeira convocação, mas foi ouvido depois na reunião realizada na última sexta-feira (06). A presidente da Comissão, vereadora Fernanda Mazzelli (PSD) ressaltou que o depoimento de Bhele era muito importante para apuração dos fatos.

“Foi muito importante a fala do Edgar porque mostrou que têm pessoas se contradizendo ou omitindo informações e que realmente houve um segundo almoço que nós não esperávamos. Mas, a gente espera que tudo seja esclarecido para a população. E se alguém se beneficiou, através dessa lei que aprovamos aqui na Casa, que essa pessoa pague por esses atos”, disse a parlamentar. A CPI deve ouvir mais testemunhas nos próximos dias.

Deixe seu comentário