A prefeitura de Guarapari suspendeu o contrato da empresa Agilvix Terceirizações Eireli. A empresa venceu a licitação para construir um novo muro na praia de Meaípe. A aplicação de penalidade-suspensão e rescisão unilateral foi publicada ontem (17) no diário oficial.

A aplicação de penalidade-suspensão e rescisão unilateral foi publicada ontem (17) no diário oficial

Processo. De acordo com a prefeitura, esse é o resultado do processo administrativo nº 20705/2019, cujo objeto era a Contratação de empresa para execução da obra de recuperação do muro na orla da praia de Meaípe. “em razões práticas de descumprimento de contrato, conforme decisão proferida pela autoridade competente e após oportunizado o acesso a ampla defesa e ao contraditório, sendo aplicada a penalidade de suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar com o Município de Guarapari, pelo período de 2 (dois) anos, conforme art. 87, inciso III, da Lei 8.666/1993. Bem como rescisão unilateral do contrato de prestação de serviço nº 121/2019”, diz a publicação.

R$ 464 mil. A empresa sagrou-se vencedora no mês de junho, da licitação para fazer as obras com o valor de R$ 464.234,74 (quatrocentos e sessenta e quatro mil, duzentos e trinta e quatro reais e setenta e quatro centavos). Porém, a empresa não começou as obras que ficaram paradas desde que foram dadas ordens de serviço para o inícios das mesmas.

Deixe seu comentário