Neste sábado (13) acontece o dia ‘D’ de mobilização contra a gripe Influenza e todas as unidades estarão aplicando a vacina das 7h às 16h, exceto na Unidade de Saúde Arnaldo Magalhães. “Estamos na segunda semana de prevenção e a procura pela vacinação ainda é baixa. A população precisa se conscientizar da importância da vacina contra a gripe e não deixar para se vacinar na última hora, já que a campanha está prevista para ser encerrada no dia 26 de maio”, diz o Subgerente de Programas em Saúde Patrick Ahnert.

A campanha está prevista para ser encerrada no dia 26 de maio. Foto:Marco Antônio/Secom

A Secretaria Municipal de Saúde  alerta, ainda, que com a proximidade do inverno, a probabilidade das pessoas contraírem a gripe é maior. Por isso, segundo ela, a vacina é tão importante. “O vírus da influenza começou a circular desde o início do mês de março e várias pessoas já adoeceram. A demanda nas unidades de saúde e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) aumentaram. Por isso, a vacina é tão importante neste momento e frisar que a população deve ir à unidade de saúde mais próxima para receber a dose da vacina”, destaca Patrick.

Grupos prioritários.  Este ano, o Ministério da Saúde (MS) definiu que os seguintes grupos deverão ser vacinados: crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da área da Saúde; pessoas com idade acima de 60 anos;  população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade; e professores das escolas públicas e privadas que estão em sala de aula.

O que é preciso?

Para receber a vacina é necessário estar munido do cartão de vacinação e, no caso dos idosos, também da carteira de identidade. Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais precisam levar, também, uma laudo médico, especificando o motivo da indicação da vacina.

Já os professores das escolas públicas e privadas que estão em sala de aula devem levar algum documento que comprove a atividade. Para trabalhadores da área da saúde é preciso apresentar comprovação da atividade exercida.

Contraindicações. Apesar da vacina ser de suma importância para prevenir a gripe, algumas pessoas precisam ficar atentas porque há contraindicações. Indivíduos com histórico de reação alérgica grave a proteína do ovo, crianças menores de seis meses e quem está com doenças febris agudas não devem receber a vacina.