O dia foi de luto para familiares de Niasia Alves Santos, de Guarapari. A jovem, que havia desaparecido enquanto pilotava uma moto, foi encontrada morta na Serra e, posteriormente, identificada pela mãe no Departamento Médico Legal de Vitória.

A família informa que o corpo foi encontrado no dia 26 de dezembro, na Serra, porém o corpo só foi identificado na manhã desta terça-feira (12). De acordo com a família da jovem, na ocasião em que foi encontrado, o corpo de Niasia não pôde ser reconhecido e foi solicitado um exame de DNA e foi comprovado que era o corpo da jovem. No DML de Vitória, a mãe de Niasia identificou a filha pela tatuagem.

De acordo com a família da jovem, na ocasião em que foi encontrado, o corpo de Niasia não pôde ser reconhecido e foi solicitado um exame de DNA.

 

Relembre o caso. Niasia Alves Santos, manicure de 26 anos, estava sozinha de moto no dia 22 de dezembro de 2020. A jovem disse ao pai que iria a Cariacica, mas avisou a uma amiga, via celular, que estava chegando na Serra.

Desde então, Niasia era considerada desaparecida pela família: não atendia o celular, nem fazia contato. Dois dias após o sumiço, o pai da jovem, Marcos Renan, registrou boletim de ocorrência. Na ocasião, Marcos disse ter esperanças de que a filha estaria viva, porém, em cárcere.

Sem respostas. A família de Niasia pede por investigações acerca do caso, principalmente para descobrir a causa da morte da jovem de 26 anos.

A equipe de redação do Portal 27 procurou pela Polícia Civil do Espírito Santo para esclarecer o ocorrido. Até o fechamento desta matéria, entretanto, não houve resposta.

Homenagem. Nesta terça-feira (12), amigos e familiares da jovem decidiram rememorar a vida de Niasia e a homenagearam, fazendo uma oração na passarela da ponte de Guarapari.

Logo em seguida, arremessaram balões brancos ao mar à luz do pôr-do-sol. Aplaudiram e se emocionaram.
Confira no vídeo.

 

Deixe seu comentário