Segurança é fundamental para todos. Inclusive para os jornalistas que estão no dia a dia, fazendo coberturas policiais, realizando matérias em áreas de risco, saber se resguardar e proteger, se torna um assunto pouco discutido dentro da cidade de Guarapari.

O portal 27 chegou há mais de um ano com a proposta de mudar o jornalismo local, e hoje é reconhecido como o maior site de notícias da Região Sul do ES. As demandas só aumentam a cada dia. principalmente os casos de polícia. Por isso, o nosso jornalista Vinícius Rangel, recebeu o convite através do Décimo Batalhão da Polícia Militar da cidade, para realizar um curso de segurança e treinamentos para atuar na cobertura de operações policiais.

O curso foi em Vitória e aconteceu entre os dias 20 e 21 deste mês, na sede do Batalhão de Missões Especiais, ministrado por tenentes e majores. O BME organizou cenários e protagonizou situações, que pudessem gerar discussões e sugestões para a melhor conduta da imprensa nas operações.

 O propósito foi de recomendar a adoção de rotinas e procedimentos durante a cobertura das diversas operações policiais militares.
O propósito foi de recomendar a adoção de rotinas e procedimentos durante a cobertura das diversas operações policiais militares.

Na oportunidade, além da integração, fator preponderante para o reconhecimento das dificuldades e respeito mútuo, foi oportunizado o conhecimento de parte da diversificada carta de serviços que a Polícia Militar disponibiliza todos os dias aos cidadãos do Espírito Santo.

Temas como o sistema policial brasileiro, abordagens policiais, patrulha em áreas de vulnerabilidade social, local de crime, noções de controle de distúrbios civis, explosivos e gerenciamento de crises foram amplamente debatidos, sob o viés das orientações para a segurança da imprensa.

C360_2014-05-21-23-50-46-713Para o jornalista, o conhecimento e a prática do curso serviram para o engrandecimento profissional, além da segurança na hora de realizar uma matéria. “Foi incrível estar esses dois dias dentro do BME. Pude perceber cada detalhe, na hora de agir quando chegar a uma reportagem policial. Um aprendizado que valorizei e que serviu muito para o meu crescimento profissional”. Disse Vinícius.

Para o Comandante do BME, Tenente Coronel Ramalho, o evento foi muito produtivo para a policia e principalmente para a imprensa. “A Polícia Militar reconhece a importância do papel da imprensa na sociedade democrática e por ocasião desse treinamento estamos afinando o necessário relacionamento profissional para o desempenho das nossas funções”.

C360_2014-05-22-01-52-07-044
A aproximação entre polícia e imprensa deve ser bem mais ampla e em parceria.

O repórter vivenciou momentos em situações de riscos . “Tive um conhecimento amplo de como me comportar, por exemplo, na hora em que eu estiver cobrindo uma troca de tiros, os ensinamentos foram reais, se queremos a informação para transmitir à sociedade, devemos ir a busca, mas sempre com a segurança. Devemos sempre trabalhar nessa parceria, a população quer saber o que acontece na sociedade. Com o apoio das polícias aqui em Guarapari, Anchieta, Piúma, Alfredo Chaves, Itapemirim e outros lugares que cobrimos, vai tornar o trabalho mais completo e rápido. Sempre com credibilidade das informações”. Conclui Rangel.