Na tarde de ontem (30) ex-funcionários públicos de Anchieta realizaram uma manifestação em frente à prefeitura para cobrar o pagamento da indenização trabalhista após as demissões que aconteceram em janeiro.

Os manifestantes alegam que foram demitidos em janeiro e ainda não receberam as rescisões.

Segundo o ex-chefe de turma de uma das unidades de saúde do município Arthur Plácido, 360 funcionários foram demitidos e deste total 170 participaram da manifestação usando roupas pretas e munidos de cartazes com frases de protestos e apitos.  

Ele afirmou que durante o protesto os manifestantes foram chamados para participar de duas reuniões, uma com os vereadores na Câmara e outra na prefeitura com o secretário municipal da Fazenda Dirceu Mattos. “Eles chamaram a gente para um acordo e falaram que vão pagar metade no final de junho e a outra metade no final de julho. Mas isso só se o precatório fosse aprovado”.

Ele conta que a situação está difícil. “Tenho três filhos e estou passando fome com minha família porque não tenho trabalho nem de onde tirar o sustento. Esta é a situação de muitos outros trabalhadores”, desabafou Arthur. De acordo com ele, novas manifestações devem acontecer na próxima terça-feira (06).

Resposta. O portal 27 entrou em contato com a prefeitura através da assessoria, solicitando informações sobre essa manifestação e como seria realizado este pagamento e os valores em débito, mas até o fechamento desta matéria, não recebemos as informações solicitadas.  

 

Deixe seu comentário