Após reformar o Radium Hotel, a prefeitura de Guarapari pretende realizar melhorias na área externa do prédio. Mas, as mudanças não param por aí, o município também vai proibir a realização de feiras temporárias no local , como a Feira Interestadual de Negocios do Artesanato de Guarapari (Feinart) e retirar a feira de artesanato do terreno vizinho. 

O Secretário Municipal de Turismo, Empreendedorismo e Cultura, Edgar Bhele, explicou que na segunda etapa do projeto serão realizadas melhorias no jardim e praça e uma área de eventos suspensa com cobertura para a realização de  apresentações culturais serão construídas na área externa do Radium. Porém, logo após a reforma do prédio, as feiras temporárias já serão proibidas.

O secretário de Turismo relatou que já avisou o secretário de Estado de Turismo da proibição da realização da Feinart no espaço do Radium Hotel. Foto: Prefeitura de Guarapari

“Na reunião que tive com o secretário de Estado de Turismo já comuniquei a ele que a Feinart não funciona lá mais. Também já conversei com o pessoal da Apromag. Todos já estão comunicados e arrumei dos lugares para eles fazerem a feira, um no Centro e na Praia do Morro, que podem escolher”, revelou o secretário.

Feinart. A coordenadora geral da Feinart, Maria das Graças Reis Costa, confirmou que o Estado está ciente da proibição e disse que apoia  realização de melhorias no Radium Hotel. “Um projeto que venha beneficiar o patrimônio do nosso  município e trazer cultura acho que é muito importante. Para acontecer precisou que nós não realizássemos a Feira lá e agora vamos aguardar para ver o projeto fundamentado, que acho que vai ser muito bom para o município e para o Radium Hotel”.

Graça também revelou que a próxima edição da Feinart será realizada no Siribeira Clube. “Já fechamos o novo espaço com o apoio do Governo do Estado. Vai ser no Siribeira de 03 a 27 de janeiro”.

Edgar Bhele relatou que já ofereceu um espaço no Centro e outra na Praia do Morro para a realização da Feinart. Foto: Rafaela Patrício

Feira de Artesanatos itinerante. Além da proibição da realização das feiras temporárias na área externa, o secretário de turismo relatou que a feira de artesanatos, que funciona ao lado, também deve ser retirada dali. Segundo ele, os artesãos foram instalados no local a pedido do Governo do Estado após a reforma da Praça Trajano Lino Gonçalves e a ideia é que ficassem no atual espaço por um ano. Porém, este prazo se estendeu e agora a proposta é que a feira deixe o local e passe a ser itinerante.

 “Já conversei com os artesãos para fazermos uma feira itinerante de artesanato e gastronomia que utilizaria aquela praça usada por eles antigamente, a Praça dos Golfinhos e a praça em frente ao Shopping Paris. A cada final de semana eles iriam mudando de lugar para fazer um ciclo porque alguns deles falaram que nessa época não passa ninguém lá onde estão”, disse Edgar Bhele.

De acordo com o secretário, a feira de artesanato deve passar a ser itinerante. Foto: Rafaela Patrício

De acordo com secretário de Turismo, a ideia da feira itinerante depende da aprovação da Câmara para passar a funcionar. “Isso está dependendo de uma questão legal que já está sendo vista com alguns vereadores a melhor forma de usar o espaço público de forma ordenada porque isso demanda custo já que em uma feira dessa tem que ter energia, segurança e uma série de situações que eles vão precisar”.

Associações. Segundo o secretário, as mudanças não se restringem apenas a área externa. O uso de salas do Radium Hotel como sede de associações também não será mais permitido. “Tudo a partir de agora vai ser restrito. Até mesmo as reuniões da Repas, por não permitir que nenhuma associação funcione mais lá dentro, pedi que não fossem mais lá. Encontramos outros locais para fazer as reuniões, que agora são no núcleo de educação sem problemas”, finalizou Edgar Bhele.

Deixe seu comentário

Comments are closed.