Aos 24 anos de idade e candidata pela primeira vez, a jovem que é formada em engenharia de produção, Sabrina Astori, é a vereadora mais jovem de Guarapari eleita em 2020.

Sabrina é filha do ex-presidente da Câmara, Wanderlei Astori (2012-2016), e foi eleita com 650 pelo Democracia Cristã (DC).

A jovem declara em sua primeira entrevista, que quer transformar principalmente a vida do jovem estudante de Guarapari.

“O objetivo é oferecer aos estudantes do ensino médio do sistema público, matriculados e com frequência efetiva, com idade entre 14 a 21 anos, a oportunidade de inserção no mercado de trabalho por meio de estágio remunerado, reduzindo assim a vulnerabilidade juvenil e melhoria do desempenho escolar. Com estágios remunerados, objetivo é quebrar a principal causa do desemprego juvenil que é a falta de experiência profissional”, declara ela.

Moradora do interior, Sabrina declara que vai trabalhar para que os produtores rurais tenham mais oportunidades em suas regiões.

“Alguns projetos já foram escritos, mas ainda teremos muitos a estudar e apresentar. Vamos priorizar o homem do campo, destacando a agroindústria, e minha primeira luta será pelo projeto ‘meu primeiro emprego’”, completa ela.

Orgulhosa com a vitória, Sabrina declara. “Fizemos uma campanha pé no chão, com meus amigos e a família ajudando. Ganhamos na raça e estou muito feliz por isso”.

Idade. Em 2012, a atleta Fernanda Mazzelli foi eleita aos 24 anos de idade, sendo a primeira vereadora mais jovem a ocupar uma cadeira na Câmara. Sabrina passa ser a segunda, com a mesma idade.

Deixe seu comentário