Se não bastasse o trânsito caótico que toma conta da cidade durante a alta temporada, os usuários do transporte público de Guarapari terão que enfrentar mais um problema nos próximos dias. Os motoristas dos coletivos entraram em greve.

Eles reivindicam aumento salarial, reajuste no tíquete alimentação, participação nos lucros e tíquete no décimo terceiro e na dobra trabalhada. A greve começou na última semana segundo o edital divulgado pelo Sindicato dos Transportes Rodoviários de Guarapari (Sintrovig).

Pontos estão menos movimentados na Praia do Morro. Foto: Jamille Scopel.
Pontos estão menos movimentados na Praia do Morro. Foto: Jamille Scopel.

Em todos os ônibus há um cartaz alertando a população para a paralisação. De acordo com o diretor do Sintrovig, Wanderlei Gonçalves de Oliveira, a categoria quer a equiparação salarial com os trabalhadores da Grande Vitória. “Nós queremos reajuste no tíquete de alimentação de 10% e mais 10% no salário. Hoje, o motorista de Guarapari recebe R$ 1.438 e o de Vitória, R$ 1.522. A categoria também reivindica a participação nos lucros”, conta.

A proposta inicial previa a paralização total dos ônibus na Cidade Saúde a partir de hoje e por tempo indeterminado. De acordo com o presidente do Sintrovig, Wallace Belmiro Fornaciare, a decisão é dos trabalhadores. “Nós nos reunimos com os representantes das empresas mais de uma vez e ainda não tivemos o pedido da categoria atendido”, disse.

Parou mesmo?

O Portal 27 foi às ruas conferir se, de fato, os ônibus param totalmente de circular. No trajeto que Setiba x Centro, somente um ônibus foi visto descendo no sentido do Centro. Na volta, novamente só um ônibus foi localizado.

Trânsito está muito lento. Dificultando ainda mais a vida dos passageiros. Foto: Jamille Scopel.
Trânsito está muito lento. Dificultando ainda mais a vida dos passageiros. Foto: Jamille Scopel.

Os pontos estão mais cheios nos bairros mais afastados do Centro. Vale lembrar que o trânsito está muito lento e os veículos estão demorando para chegar aos seus destinos. Levamos 1h40 para chegar ao Centro e 50 minutos para voltar, via Praia do Morro.

Com informações de A Tribuna.

Deixe seu comentário