O estudo de mobilidade urbana sustentável prevê a construção de uma ponte em Guarapari e Colatina além de estradas, rodovias, ruas, ciclovias e calçadas que serão construídas em seis cidades do Estado contempladas pelo projeto do Governo do Estado.

A assinatura da ordem de serviço para elaboração dos Planos de Mobilidade Urbana foi assinada nesta terça-feira (04), no Salão São Tiago, do Palácio do Anchieta, com a participação do governador Renato Casagrande e os prefeitos dos municípios.

Reunião aconteceu em Vitória. Foto: SECOM.
Reunião aconteceu em Vitória. Foto: SECOM.

O investimento é na ordem de R$ 6,7 milhões, e tem prazo de 15 meses para ficar pronto. Foram contemplados os municípios de Guarapari, Anchieta, Cachoeiro de Itapemirim, Aracruz, Linhares e Colatina.

O Governador apontou Guarapari e Colatina como municípios que precisam de ações mais rápidas.

“Colatina precisa de uma nova ponte e não dá para fazer aonde agente quer, tem que estudar. Guarapari também precisa de outra ligação pela baía de Guarapari. Mas nós precisamos estudar se é possível essa ligação, como e qual é o melhor lugar”.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano, Iranilson Casado, informou que será feito um diagnóstico dos maiores problemas estruturais no trânsito, visando planejar o deslocamento de veículos e pedestres com rapidez e segurança.

Orly esteve presente. Foto: SECOM.
Orly esteve presente. Foto: SECOM.

Segundo Casado, Anchieta e Guarapari já não comportam o tráfego que tem.

“Os dois municípios estão em adiantado estado de estrangulamento. Vamos ver alternativas, para passeios públicos, melhorar as vias. Esse plano vai definir as intervenções necessárias e mais qualidade de vida para a população”, disse.

Para o prefeito de Anchieta, a contemplação do município pelo projeto veio como um presente.

“Hoje o município de Anchieta vive uma desordem urbana.  Nossa meta de governo são quatro pilares. Habitação, Saneamento básico, transporte e mobilidade urbana. Fico muito feliz, por Anchieta ser um dos seis primeiros municípios contemplados”.

Já Orly Gomes, prefeito de Guarapari, comentou que não existe nenhum estudo do tráfego que acontece hoje na cidade. “ A cidade foi crescendo, as ruas foram sendo abertas sem nenhum planejamento. Este estudo vai nos nortear. Estamos muito felizes por termos sido contemplados”

Como será o projeto

A empresa paulista vencedora da licitação já está contratada para executar o Plano de Mobilidade Urbana nas seis cidades. Segundo o gerente de projetos da empresa, German Freiberg, cada município  terá um plano de trabalho próprio.

“As soluções sempre são relacionadas aos problemas específicos de cada lugar. No projeto, existe momento tanto de diagnósticos, de Estudos feitos na própria cidade, levantamento de informações sobre o espaço, tráfego, transporte urbano. Inclusive haverá oficinas temáticas, com a participação da população e de técnicos”, concluiu.

Por Rosimara Marinho

Deixe seu comentário