A direção do Hospital Francisco de Assis (HFA) vem realizando prestação de contas em diversas instituições como forma de integração com a sociedade de Guarapari e região. Com números expressivos, o hospital, que funciona de forma totalmente filantrópica, hoje é uma grande casa de atendimento para as pessoas e referência no Estado. Dentro do cronograma de reuniões, os números já foram apresentados na Loja Maçônica Retidão e Justiça nº 19 e também na Câmara Municipal de Guarapari.

Números também foram apresentados na Loja Maçônica.
Números foram apresentados na Loja Maçônica.

Para o Venerável Mestre da Loja Maçônica Retidão e Justiça, Renato Mendonça, o Hospital é um exemplo de superação. “Temos conhecimento de que funciona muito bem o atendimento, mas agora, vendo esse balanço, fico até emocionado. Parabéns pelo trabalho!”, disse.

Além dos números, os resultados são a prova de quem viu o atendimento com seus próprios olhos. Como é o caso de José Zan. “Vi de perto a maravilha que é o atendimento prestado ao usuário. Fui pai aos 50 anos e meu filho nasceu no Hospital Francisco de Assis. Só tenho a agradecer”, completou.

Em um complexo hospitalar de 3 mil m², ao todo, o hospital conta com 45 leitos, divididos em alas obstétricas, pediátricas, enfermaria, UTI e PAI para casos de urgência e emergência. A instituição ainda possui serviços de diagnóstico e apoio e também salas para consultório.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Guarapari, Wanderlei Astori, o HFA veio em uma boa hora para o município, trazendo serviço médico de qualidade. “O povo de Guarapari não precisa ir para Anchieta, Vitória para ter atendimento. Hoje só temos que agradecer muito ao hospital pelo belo trabalho desenvolvido no município”, parabenizou o vereador.

Jailton Pedroso faz apresentação na Câmara Municipal de Guarapari.
Jailton Pedroso faz apresentação na Câmara Municipal de Guarapari.

Com foco no atendimento de qualidade e no diagnóstico preciso, o HFA vem se tornando referência para a população de Guarapari. Foi o que disse a vereadora Paulina Aleixo em seu depoimento na Câmara. “Minha nora ligou dizendo que precisava levar o filho para atendimento e que seria no HFA. Para ela, o hospital é melhor que muitos particulares. Ficamos muito agradecidos, pois a instituição foi uma benção de Deus para Guarapari”, agradeceu.

O superintendente do HFA, Jailton Pedroso, diz que os principais temas abordados nas reuniões ressaltam como o hospital vem gerando resultados positivos mostrando o compromisso da instituição. “Estou muito feliz com a realização dessas reuniões, pois podemos demonstrar a toda população como é nosso trabalho e a transparência com que realizamos a administração do hospital”.

Um dos conselheiros do hospital, Jersílio Crypriano também acrescenta que a integração com as entidades e o poder público é essencial para a continuidade dos trabalhos prestados. “A parceria com as entidades é muito importante para a capitação de recursos que serão diretamente investidos no hospital. Contamos sempre com esse apoio e colaboração para continuarmos realizando nossos atendimentos”, finalizou.

Sobre o Hospital Francisco de Assis

HFA-predioO Hospital Francisco de Assis (HFA), que tem caráter filantrópico, começou seus atendimentos no dia 21 de abril de 2014. Ele se propõe a prestação de serviços gratuitos à população carente em seus ambulatórios, reservando leitos, de acordo com a legislação em vigor, ao internamento gratuito, organizado e mantido pela comunidade e cujos resultados financeiros revertam exclusivamente ao custeio de despesa de administração e manutenção. Hoje, o hospital oferecer serviços de qualidade para o município. Além disso, O HFA já ultrapassou a marca de dois mil nascimentos e atualmente é referência em pediatria e obstetrícia e trabalha segundo os parâmetros da Rede Cegonha (parto humanizado). Em 2015, foram realizadas, por mês, em média, 3.286 internações, cerca de 130 partos por mês e 65 cirurgias pediátricas eletivas. É um trabalho muito amplo que torna o HFA referência em pediatria e obstetrícia.

Deixe seu comentário