Nove detentos fugiram da Penitenciária Estadual de Vila Velha 3, em Xuri, por volta das 19h da segunda-feira (22). A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). Nenhum foragido foi encontrado até agora.

Entre os detentos estão chefe do tráfico, homicidas, e outros criminosos presos há anos. Segundo a Sejus, os detentos fugiram pela grade cortante e correram para um matagal. Assim que a fuga aconteceu, o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) foi acionado. As equipes realizaram buscas pelos foragidos na região, mas ninguém foi encontrado.

As fotos estão na ordem dos nomes colocados como foragidos. Divulgação: Sejus.

Sobre como os detentos conseguiram fugir da penitenciária, a Sejus informou que irá fazer uma apuração minuciosa pela Corregedoria “para investigar as circunstâncias do fato”, informou a secretaria por nota.

Os moradores disseram que escutaram barulhos altos da penitenciária no momento da fuga. Eles pensaram que estava acontecendo uma rebelião. Disparos também foram ouvidos. A Sejus, porém, informou que não aconteceu rebelião.

Fugitivos

  • Adair Fernandes Da Silva – Preso desde novembro de 2017 por tráfico de drogas.
  • Wallas Borges Silva – Preso desde junho de 2016 com prisão em flagrante por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Já havia sido condenado por furto, violência doméstica e tráfico de drogas.
  • Savio Soares De Souza – Preso desde junho de 2016 com prisão em flagrante por tráfico de drogas, corrupção de menores e respondia a processos por homicídio.
  • Julio Cesar Geraldo – Preso desde maio de 2014 por tráfico de drogas, posse ou porte de arma de fogo. Respondia a processo por receptação e roubo.
  • Carlos Eduardo Ferreira Da Silva – Preso desde março de 2015 por roubo. Respondia a outros processos por tráfico de drogas, associação e roubo.
  • Jean Carlos De Souza Silva – Preso em Flagrante em julho de 2017 por tráfico de drogas, posse ou porte de arma de fogo, corrupção de menores. Há ainda outros processos por roubo, e tráfico de drogas.
  • Adamo Moreira Felix – Preso em flagrante em junho de 2018 por posse de arma e tráfico de drogas.
  • Charles Bastos Moraes – Preso em agosto de 2018 por posse de arma de uso restrito. Respondeu a outros processos por tráfico de drogas e posse de arma de fogo.
 
  • Gleidson Rezende Marçal – Preso em agosto de 2016 por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Há ainda outros processos por homicídio e resistência à prisão.

Comments are closed.