A Samarco, em conjunto com a Prefeitura de Guarapari, inaugurou  na quinta-feira (8), a Unidade de Saúde da Família Maria Lúcia Cunha Lora, no bairro Jabaraí. O prédio, que foi construído para prestar atendimento aos moradores de Fazenda do Campo, Jabaraí, Jardim Santa Rosa e Portal Clube, conta com consultórios clínicos e odontológicos, posto de enfermagem, sala de imunização, farmácia e recepção, além de auditório e estacionamento.

Investir na área de saúde foi uma das prioridades estabelecidas no Termo de Compromisso Socioambiental (TCSA) firmado entre a Samarco Mineração, Governo do Estado do Espírito Santo, Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, e Ministério Público do Estado do Espírito Santo, além dos municípios de Guarapari, Anchieta e Piúma.

Jabarai
Mineradora investiu R$ 3,3 milhões na construção da Unidade de Saúde que vai prestar serviços médicos e odontológicos às comunidades.

Construída pela Samarco no município de Guarapari, a nova unidade de saúde totalizou investimentos no valor R$ 3,3 milhões, compreendendo as fases de projeto, preparação de solo e edificação. A desapropriação do terreno e a aquisição dos mobiliários e equipamentos foram de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Guarapari, que, a partir da inauguração, passa a disponibilizar e coordenar os atendimentos profissionais na unidade de saúde.

A solenidade de inauguração marcará a segunda entrega do TCSA da Samarco, que contempla ainda outros projetos de infraestrutura em municípios vizinhos à área de atuação da empresa, com foco em saúde e cidadania. Dentro do mesmo Termo, também foram entregues em Guarapari as obras de calçamento do bairro Porto Grande e, em Piúma, será inaugurada a reforma do Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, no início deste ano. No município de Anchieta, está em fase de construção a Casa do Cidadão, a ser entregue também no primeiro semestre de 2015.

Jabarai (2)
A nova unidade de saúde totalizou investimentos no valor R$ 3,3 milhões.

Todos os projetos foram definidos pelos signatários do TCSA, que têm representantes em uma comissão criada para discutir e deliberar sobre os investimentos a serem feitos pela Samarco. “Assim como em outros casos, o processo de indicação, priorização e seleção dos investimentos disciplinados pelo TCSA observou diversos fatores, dentre os quais a necessidade diagnosticada pelo município, os aspectos legais associados à escolha e a amplitude do benefício junto à população. Tendo esses critérios como referência para a definição do investimento, e seus próprios valores, princípios e diretrizes, a Samarco entende que cumpre mais uma vez o compromisso de compartilhar valor com a sociedade e de estar junto às comunidades”, afirmou Rodolpho Samorini Filho, gerente de Desenvolvimento Socioinstitucional da Samarco.