Mais uma vez a Justiça mandou soltar Juliana Sales, mãe das crianças Joaquim Alves Sales, de 03 anos, e Kauã Sales, de 06 anos, que foram estupradas, mortas e queimadas no ano passado em Linhares, no Norte do Estado.

Esta é a segunda vez que Juliana recebe alvará de soltura. A primeira vez foi em novembro do ano passado e uma semana depois ela foi detida novamente. O marido dela, Geroge Alves, continua preso pelo crime.

A Secretaria de Justiça confirmou que recebeu o alvará de soltura da detenta e que está adotando os procedimentos normais para a liberação da mulher. Os motivos para a soltura de Juliana não foram divulgados.

Deixe seu comentário