Um dos principais documentos é o Registro Geral (RG), mais conhecido como carteira de identidade. Mas, muita gente não dá a devida importância para ele. Em Guarapari mais de 2 mil pessoas compareceram ao posto da Polícia Civil para fazer o documento, mas não voltaram para buscar.

O delegado Danilo Bahiense afirmou que se não forem retirados, daqui a alguns anos estes documentos serão destruídos. Foto: Polícia Civil

O responsável pela Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC ), delegado Danilo Bahiense explicou que o RG fica pronto em 30 dias e que para retirá-lo basta apenas levar o número de protocolo. Para ele a gratuidade do serviço faz com que as pessoas acabem sendo relapsas. “Um dos grandes  problemas para a gente é que tirar a carteira de identidade é de graça então a pessoa não tem a mínima preocupação. Se ela pagasse, iria atrás para buscar”.

O delegado ressaltou que mesmo as pessoas não pagando nenhuma taxa para fazer o documento, ele tem um custo. “O Estado tem o custo com pessoal, de papel e de energia para produzir esses documentos e, infelizmente, eles acabam abandonados lá. A gente vai guardando e se daqui a  alguns anos ninguém for buscar, vamos destruir tudo”.

Bahiense disse ainda que quem não buscar o documento terá que pagar por uma nova via. “Quando eu excluir, vou colocar no sistema que o contribuinte não foi buscar o documento e quando ele for requerer de novo vai ter que pagar uma taxa de R$ 54,50”.

Importância. Ele lembrou ainda que o RG é necessário para a emissão de outros documentos. “Se você for tirar carteira de trabalho, CNH, título de eleitor e passaporte, depende da carteira de identidade. Ela é um pré-requisito para todos eles”.

Para fazer o RG é necessário apresentar a certidão de nascimento ou de casamento (cópia ou original), uma foto 3×4, comprovante de residência e CPF, se a pessoa possuir. O documento pode ser tirado por pessoas com qualquer idade, inclusive, crianças.

Comments are closed.