Por volta das seis horas da tarde desta segunda-feira (28) o motorista do Uber Thiago Lima Ferreira, de 34 anos, teve seu carro roubado por um casal de passageiros no contorno da Rodovia do Sol. Este é o segundo motorista que presta serviço pelo aplicativo assaltado por clientes em menos de dois meses em Guarapari.

Dessa vez o carro é um Peugeot 307 prata, modelo 2010, com placa KWN- 2911. Thiago relatou que “recebi uma chamada para pegar uns passageiros no Shopping Guarapari. Lá entrou um casal que pediu corrida para Setiba. Quando chegamos no Trevo de Setiba ele desceu do carro e voltou rapidinho. Acho que ele parou para pegar a arma que deveria estar escondida em algum lugar. Depois ele entrou no carro e falou que precisava ir para a rodoviária”.

O carro foi roubado no contorno da Rodovia do Sol por um casal que se passou por passageiros. Foto: Whatsapp.

Ele contou que quando seguia para a rodoviária a mulher fingiu passar mal para que ele parasse o veículo. “Peguei o caminho do contorno na Rodovia do Sol e no caminho a namorada dele fingiu que estava passando mal e pediu para encostar o carro que iria vomitar. Na hora que encostei o carro ele tirou um revólver calibre .38, anunciou o assalto e falou “dá o dinheiro”, “dá o dinheiro”. Aí tirei a carteira e entreguei a ele. Meu celular já estava no painel do carro então só saí andando e eles pegaram o carro e foram embora”.

O motorista contou que teve que seguir um longo percurso a pé pela rodovia para conseguir ajuda. “Tive que caminhar uns quatro ou cinco quilômetros para chegar em algum lugar e ligar para a polícia. Caminhei até a rodovia Jones dos Santos Neves e quando cheguei em um motel que tem ali pedi o celular de uma funcionária e liguei”.

Thiago também deu algumas características do casal. “Ele é um rapaz branco de mais ou menos 1.70 m de altura, magro e estava de calça e casaco. A namorada dele deve ter uns 20 anos, é magra, morena e tem cabelo liso na altura dos ombros”.  

Ele já registrou a ocorrência e quem tiver informações que ajude a localizar o veículo pode entrar em contato com a polícia no 190 (Ciodes ) ou no 181 (Disque-Denúncia).

Deixe seu comentário