A ressaca do mar tem sido bem forte nos últimos dias no litoral capixaba. Além do mar, os ventos fortes causaram ondas gigantes nas praias de Meaípe e Anchieta, deixando muitos estragos.

Em Meaípe, além da queda de mais uma parte do antigo muro na semana passada, que deixou um enorme buraco, um poste caiu e os fios de alta tensão foram parar no meio da rodovia. Por medo, muitos motoristas decidiram mudar o caminho. Durante a manhã de ontem (18), a empresa responsável interrompeu o fornecimento de energia na região, e o trânsito seguiu normalmente pela rodovia do sol. Mais dois postes ameaçam a cair, e podem ser substituídos nos próximos dias.

Mais uma parte do antigo muro caiu na semana passada e deixou um enorme buraco

Monitoramento. Uma castanheira já caiu e outras também ameaçam cair. O gerente da Defesa Civil Municipal, Oldair Rossi, esclarece que o órgão está fazendo monitoramento diário devido a ressaca.  “Estamos fazendo o monitoramento diário desde a última ressaca. Nos últimos dias, o tempo mudou e há uma ressaca de lua com ventos fortes atingindo a orla. Muita erosão foi causada na parte inicial da praia, um poste veio a cair com toda a fiação elétrica e de alta tensão, mas graças a Deus não aconteceu o pior. Uma castanheira virou, e outras estão para cair também”, enfatizou o gerente.

Com as ondas fortes, a praia está interditada para os banhistas. “A orientação é que não usem a praia, porque o muro caiu e há muitas pedras na areia, pode ter vergalhões na água e na areia. A maré está alta e não tem como usar a faixa de areia”, completa Oldair.
Na semana passada, o prefeito Edson Magalhães, deu ordem de serviço para o início da construção de um novo muro para conter a erosão. Na manhã de ontem, autorizou o início das obras de revitalização da obra de Meaípe. A praia vai ganhar calçadão, decks, espaço para caminhadas, e área destinada para mesas e cadeiras.

Em Anchieta, o mar ultrapassou a calçada, invadiu a rua, que precisou ser interditada. Máquinas da prefeitura fizeram a limpeza da avenida, e a prefeitura informou que um estudo será realizado para o desenvolvimento de um novo projeto de obras para a região.
As obras do muro de contenção na Ponta dos Castelhanos, mesma região afetada ontem, não sofreram danos. Mesmo com 50% de conclusão da obra, o muro já está protegendo as casas da orla contra o avanço da maré.