Os motoristas de ônibus de turismo que vierem para Guarapari no próximo verão já serão orientados sobre as novas regras de circulação que a prefeitura de Guarapari quer implementar no município. De acordo com o secretário Danilo Bastos, se tudo correr bem, em março de 2016 o município já começa a cobrar a entrada destes veículos na cidade.

Os ônibus terão circulação controlada na cidade.
Os ônibus terão circulação controlada na cidade.

O projeto de lei, que ainda vai ser apresentado à Câmara de Vereadores, vai abordar temas bastante discutidos atualmente em Guarapari: A regulamentação das casas de aluguéis na cidade, que foi tema de uma reunião entre associação de proprietários e dos secretários municipais de Desenvolvimento e de Turismo (veja aqui) e o mais polêmico, que é a cobrança para entrada de veículos de outras cidades.

Diferente da proposta, agora arquivada do vereador Wanderlei Astori, que pretendia cobrar um pedágio para todos os veículos de turistas que entrasse na cidade, a proposta da prefeitura é regulamentar os estacionamentos de ônibus, vans e microônibus e a circulação deles na cidade.

Secretário afirma que orientações aos motoristas de ônibus e vans começa neste verão.
Secretário afirma que orientações aos motoristas de ônibus e vans começa neste verão.

Os valores ainda estão sendo analisados, mas de acordo com Bastos, a cobrança deve variar entre R$ 100 e R$ 300 por veículo. Serão quatro categorias: City Tour (veículos que visitarão pontos turísticos da cidade), veículos sem destino regular (onde os passageiros ainda não tem lugar contratado para ficar), com destino regular para hotéis, pousadas e similares, e destino regular para imóveis de aluguéis para temporada.

Dentro destas quatro categorias, existem as subdivisões: ônibus de grande porte, microônibus e vans e similares.

O Centro de Apoio ao Turista será reativado para orientar os motoristas de veículos de turismo. Foto: João Thomazelli/Portal 27
O Centro de Apoio ao Turista será reativado para orientar os motoristas de veículos de turismo. Foto: João Thomazelli/Portal 27

“Vai ter uma taxa inicial e um acréscimo a cada 24 horas de permanência do veículo no município. Mas a segunda taxa é um valor irrisório. Neste verão pretendemos ter a lei aprovada e iremos começar o processo de conscientização”, explicou Danilo.

Todos os veículos de turismo que chegarem na cidade deverão se dirigir ao Centro de Apoio ao Turista (CAT), que fica na Avenida Jones dos Santos Neves, no cruzamento com o contorno da Rodovia do Sol. “Lá eles não vão precisar pagar taxa, mas já serão orientados e receberão um adesivo e irão para o estacionamento regular mais próximo do destino final deles”, disse Bastos.

Caso os ocupantes dos veículos de turismo não tenham um destino definido, será apresentado a eles uma relação com os hotéis, pousadas e casas de turismo que estiverem dentro das normas estipuladas pelo município.