Por meio do Grupo de Autuação Especial de Combate ao Crime Organizado, uma ação do Ministério Público do Estado do Espírito Santo está investigando fraudes na realização de exames e processos para emissão e renovação da Carteira Nacional de Habilitação.

Foto: Assessoria de Comunicação/Detran

A Operação “Teste Falso” tem como objetivo desarticular uma associação criminosa suspeita de atuar fraudando exames clínicos, médicos e psicológicos; cursos obrigatórios e de especialização, relativos a processos para renovação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e primeira habilitação, bem como, fraudando processos de transferência de veículos.

Com o apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES e de policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar em Cachoeiro de Itapemirim, a ação foi deflagrada nesta sexta-feira (15). Foram expedidos 4 mandados de prisão temporária e 22 mandados de busca e apreensão. Foram também aplicadas medidas cautelares diversas da prisão.