Na última sexta feira de novembro (30) os cidadãos de Guarapari presenciaram mais um triste fato político. Diante de uma iminente derrota, o presidente Wendel Lima (PTB), adiou a sessão que escolheria o novo presidente da Câmara para os próximos dois anos. 

O grupo contrário, que tinha como candidato o vereador Enis Gordin, não aceitou o cancelamento, entrou no plenário – que estava fechado – e com a presença de onze vereadores, manteve e realizou a sessão que elegeu Enis como novo presidente da casa de leis.

Mundo sombrio. Mais tarde Wendel convocou coletiva de imprensa e disse que o ato dessa eleição era nulo e que a eleição está realmente adiada para o dia 20 de dezembro. Tudo isso mostra que Guarapari pode estar vivendo a volta de um mundo sombrio, de uma política de baixa qualidade e instabilidade, que já viveu em seus anos 70, 80, 90 e 2000. Ou melhor dizendo, ao longo de quase toda a sua história. Tristes tempos.

Estabilidade política. Nos bastidores outras articulações estão em curso e devem movimentar ou paralisar Guarapari nos próximos meses. Sinceramente, espero que sejam apenas “boatos”, e que nossos políticos tenham em mente que a cidade precisa ter estabilidade política para poder crescer, gerar emprego e renda, receber turistas, investimentos, ou seja, seguir seu curso normal de qualquer cidade média brasileira. 

Se não está bom com as coisas seguindo seu rumo normal, que dirá se entrarmos em uma Guerra Sombria, onde só quem sofre é a população. Os cidadãos de Guarapari não precisam da volta de tempos que devem ser esquecidos. Oremos por novos tempos, por momentos de desenvolvimento e esperança para nossa cidade. 

Deixe seu comentário

Comments are closed.