A Secretaria de Saúde de Anchieta incluiu a prática de auriculoterapia como tratamento complementar nos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A técnica, de origem da medicina chinesa, é recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e consiste em utilizar o pavilhão auricular (orelha) como um microssistema para tratar diferentes tipos de problemas de saúde.

Recentemente 10 profissionais da rede municipal, incluindo fisioterapeutas, enfermeiros, assistentes sociais e psicólogos, finalizaram o curso de auriculoterapia para poder utilizar a prática nos pacientes. A capacitação foi realizada graças a uma parceria entre a Secretaria de Saúde de Anchieta e a Universidade Federal de Santa Catarina.

Método de origem chinesa está agilizando atendimento no setor de fisioterapia e garantindo eficácia no tratamento.

De acordo com o coordenador técnico do setor de fisioterapia da Secretaria de Saúde, Fernando Márcio Araújo Dutra, a técnica já está sendo utilizada por quatro dos setes profissionais que atendem no setor. Segundo ele, cerca de 35 pacientes já estão recebendo o tratamento e os resultados estão surpreendendo os profissionais. “Há cerca de 15 dias estamos introduzindo esse método em nosso pacientes. Eles estão aprovando e os resultados nos surpreenderam, garantindo tratamento mais rápido e eficaz”, disse.

Na prática, o método utiliza sementes de mostardas e agulhas em pontos do sistema auricular do paciente. Cada ponto corresponde a uma parte do corpo. Conforme Dutra, a técnica permite tratar doenças reumáticas e do músculo esquelético, além de controle da ansiedade e outras doenças. 

A técnica já está sendo utilizada por quatro dos setes profissionais que atendem no setor.

A metodologia, segundo informações da Secretaria de Saúde, está garantindo rapidez no atendimento. Cada profissional da rede adquiriu seu equipamento (sementes e agulhas).

As pessoas interessadas devem procurar o setor de fisioterapia que fica no Centro de Especialidades Unificadas (CEU), ao lado da prefeitura. A equipe de fisioterapeutas irá avaliar os pacientes sobre a indicação do tratamento.

Servidores municipais podem receber tratamento. O setor de fisioterapia, como objetivo de dar mais qualidade de vida no ambiente de trabalho, está atendendo em horários especiais os servidores do município. Os interessados em conhecer e aplicar o tratamento devem procurar o setor.

Serviço – Setor Fisioterapia: (28) 3536-2109.

Comments are closed.