23 pássaros silvestres foram apreendidos pela Polícia Ambiental em um estabelecimento comercial no município de Guarapari. A apreensão aconteceu na semana passada, enquanto uma equipe do Batalhão de Polícia Militar Ambiental realizava uma operação de fiscalização em peixarias no bairro Nova Guarapari. O objetivo da ação, é de prevenir o comércio ilegal de pescados no período de defeso, ou mesmo ameaçados de extinção e abaixo do tamanho permitido.

materia201mes102014edit
Pássaros são presos sem registros.

Os treze coleiros, dois curiós, três tico-ticos, cinco canários-da-terra foram localizados em um dos restaurantes fiscalizados e foram apreendidos por não possuírem registros.

Além dos pássaros os policiais apreenderam 24 gaiolas e uma armadilha conhecida por alçapão. O responsável pelos pássaros será intimado a comparecer em juízo para prestar esclarecimentos. Os pássaros foram levados para o viveiro da 1ª Companhia Ambiental no município de Cariacica, de onde seguirão para o Projeto Cereias em Aracruz.

Orientação. A Polícia Militar Ambiental orienta que as aves soltas na natureza cumprem um papel ecológico muito importante, controlando a população de insetos em sua fase adulta ou larval. Atuam na polinização das flores garantindo a variabilidade genética de espécies vegetais, sendo que o desaparecimento de espécies de aves pode gerar um grande desequilíbrio ecológico, além da importante função de dispersão de sementes, onde muitas espécies de plantas têm suas sementes dispersadas por aves.