No km 337 da BR 101, em Guarapari/ES, a equipe PRF realizava fiscalização de ultrapassagem indevida, na tarde de ontem, quando notaram um senhor se aproximando do local da fiscalização e se posicionando de forma a atravessar a rodovia.

Nesse momento, a equipe PRF percebeu que o referido senhor aparentava um volume em sua cintura, posicionando o braço esquerdo à sua frente, de forma a esconder esse volume. Observaram também o referido senhor ajeitando a roupa na região da cintura, gerando assim certa conduta suspeita.

De imediato procedeu-se a abordagem, solicitando que o suspeito levantasse devagar a blusa, momento em que ficou visível um revólver,cano curto, sem coldre, marca TAURUS, calibre 38, municiado com cinco cartuchos intactos, acomodado em sua cintura, por dentro da calça, mas com a empunhadura para fora. Prosseguindo com a abordagem, realizou-se a retirada da arma da cintura e a contenção do referido senhor com o uso das algemas, pois o mesmo ficou agitado demonstrando nervosismo. Em seguida foram encontrados mais 22 (vinte e dois) cartuchos intactos no bolso frontal da jaqueta.

O referido senhor se identificou como caseiro de propriedade rural, localizada próximo ao local da fiscalização, e disse que a referida arma era registrada em nome do dono dessa propriedade. Nesse mesmo momento, compareceu no local outro senhor, dizendo que o conhecia, que trabalhavam no mesmo local e que a arma apreendida era registrada em nome da propriedade rural.

Nenhum documento de registro da arma foi apresentado, tampouco documento de identificação e porte de arma em nome do senhor que portava o armamento e as munições.

Diante dos fatos, isto é, portar ilegalmente arma de fogo de uso permitido em via pública, foi dada voz de prisão ao mesmo, que foi conduzido, junto com o armamento e as munições apreendidas, ao DPJ de Guarapari/ES, para as providências devidas. Enquadramento: porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Com informações da PRF ES

Deixe seu comentário

Comments are closed.