No período que antecede em alguns dias a virada do ano, notadamente depois do Natal, Guarapari fica literalmente parada de tanta gente nas ruas. Infelizmente essa situação acaba favorecendo os bandidos, que aproveitam para cometer os mais diversos crimes, principalmente furto e roubo.

Mas as ações tomadas nos últimos anos na área de segurança pública na cidade têm se mostrado eficaz. De acordo com dados obtidos pela reportagem do Portal 27 com exclusividade, das 7 horas do dia 27 de dezembro de 2018 até às 7 horas do dia primeiro deste ano, foram registrados no Ciodes 190 números baixíssimos de crimes.

Os números são bem baixos com relação à quantidade de visitantes que a cidade recebe.

A 1ª Companhia do 10º Batalhão, que é responsável por áreas de grande fluxo de pessoas, como a Praia do Morro, por exemplo, registrou neste período apenas dois roubos à pessoa e um furto de carro.

A 2ª Cia, responsável pelo Centro de Guarapari e bairros que ficam mais ao sul da cidade, como a Enseada Azul, por exemplo, registrou dois roubos a pessoas em via pública, um furto a pessoa, um furto em comércio e um carro furtado.

Major Palaoro explicou que os números positivos são resultado de experiências dos anos anteriores.

Já na região da 3ª Companhia, que engloba a parte Norte da cidade e toda a área rural, foi registrado apenas o furto de uma bicicleta e um furto a pessoa.

Se levarmos em consideração que a estimativa é de que aproximadamente um milhão de pessoas passaram a virada do ano em Guarapari, estes números são baixíssimos, como comentou o major Palaoro, do 10º Batalhão.

“Os números de ocorrências registrados via Ciodes 190 perto de cerca de um milhão de pessoas que passaram o réveillon em Guarapari são ínfimos. É um resultado excelente. Temos a região da 3ª Companhia que sequer teve registro de roubo. Esse sucesso é resultado de um trabalho do ano passado também, pois as ações do ano passado acabaram repercutindo como propaganda positiva. Temos relatos de pessoas que vêm para Guarapari ressaltado a segurança pública”, disse o major.

Quem visita a cidade nota que nesta época do ano o policiamento é maior e apoia a iniciativa. “Todo o ano passamos a virada aqui em Guarapari e em todo o lugar vemos polícia. Isso passa a sensação de segurança e também desanima os bandidos de agirem”, disse o administrador de condomínios Manoel Bernardes, que é de belo Horizonte.

Palaoro explicou ainda que o policiamento é feito com base em observações e experiências de outros anos.

“O plano de policiamento abrange várias modalidades que vão de situações observadas na Operação Verão do ano passado, como por exemplo, nós temos policiamento em horários diferentes na Praia do Morcego, em Perocão, no Morro da Pescaria. São situações que nós observamos nos anos anteriores e adaptamos o policiamento para coibir práticas criminosas nesta época”, disse Palaoro.

Ele finalizou alertando para a importância de se comunicar crimes via Ciodes 190 e também na delegacia. Apenas assim a polícia pode saber de fato onde os crimes acontecem e assim direcionar o policiamento.

Deixe seu comentário

Comments are closed.