A Polícia Militar de Guarapari fez uma apreensão recorde de munições neste domingo. A ocorrência começou na Rodovia Paulo Borges, nas proximidades da entrada do Bairro Lameirão e acabou em uma casa em Meaípe. Foram quase mil munições de vários calibres, inclusive de 9 milímetros que é de uso exclusivo das forças armadas.

A ocorrência começou por volta das 18 horas, quando uma viatura da Força Tática se dirigia para a região sul de Guarapari e avistou um veículo que tinha como passageiro Paulo Vitor Langa Paradela, 38 anos.

Foram 980 munições de vários calibres, além de 279 pinos de cocaína.

Paulo Vitor é conhecido da polícia por ter ficado paraplégico depois de um confronto com policiais militares em um assalto em 2014 e por várias denúncias de tráfico de drogas. Ao avistar a aproximação da viatura, ele jogou uma sacola pela janela do carro e o motorista, identificado como Marcelo Schneider Cardoso, 38 anos, parou o veículo logo depois.

Durante a revista foi encontrada uma quantidade de pinos de cocaína munições e ao conseguirem recuperar a sacola e encontraram mais cocaína. De lá, os militares e os suspeitos se dirigiram para a casa de Paulo Vitor, pois o mesmo teria admitido para a PM que havia mais drogas e munições escondidas.

Ao se aproximarem da residência de Paulo Vitor, os policiais visualizaram um homem descendo de um Honda Civic, que ao ver a polícia, jogou uma sacola para dentro do quintal da casa, que estava com os portões abertos.

O homem, identificado como Valdinei Santos Souza, 33 anos, foi abordado e, além da sacola que ele teria jogado para dentro do quintal da casa que continha vários pinos de cocaína, os PM’s encontraram duas pedras grandes de crack, pesando juntas quase 100 gramas.

Munições de vário calibres

Já dentro da casa, os policiais detiveram Maria Auzinete Langa Paradela, 59 anos, mãe de Paulo Vitor. De acordo com a Polícia Militar, ela fazia parte do esquema de vendas de drogas e munições, auxiliando o filho.

Em potes de suplementos alimentares, os policiais militares encontraram a maior parte das munições apreendidas, de oito calibres diferentes, totalizando 980 munições. Esta é maior apreensão de munições para armas de fogo da história recente de Guarapari. Também foram apreendidos no total 279 pinos de cocaína e R$ 2.475,55 em dinheiro.

O delegado Josafá da Silva, que estava de plantão nesta madrugada de segunda-feira na 5ª Delegacia Regional de Guarapari, informou para a reportagem do Portal 27 que os quatro detidos serão autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e por comercialização ilegal de munições.

Comments are closed.