JB Padrão
Banner TOP

A Polícia Militar de Guarapari fez uma apreensão recorde de munições neste domingo. A ocorrência começou na Rodovia Paulo Borges, nas proximidades da entrada do Bairro Lameirão e acabou em uma casa em Meaípe. Foram quase mil munições de vários calibres, inclusive de 9 milímetros que é de uso exclusivo das forças armadas.

A ocorrência começou por volta das 18 horas, quando uma viatura da Força Tática se dirigia para a região sul de Guarapari e avistou um veículo que tinha como passageiro Paulo Vitor Langa Paradela, 38 anos.

Foram 980 munições de vários calibres, além de 279 pinos de cocaína.

Paulo Vitor é conhecido da polícia por ter ficado paraplégico depois de um confronto com policiais militares em um assalto em 2014 e por várias denúncias de tráfico de drogas. Ao avistar a aproximação da viatura, ele jogou uma sacola pela janela do carro e o motorista, identificado como Marcelo Schneider Cardoso, 38 anos, parou o veículo logo depois.

Durante a revista foi encontrada uma quantidade de pinos de cocaína munições e ao conseguirem recuperar a sacola e encontraram mais cocaína. De lá, os militares e os suspeitos se dirigiram para a casa de Paulo Vitor, pois o mesmo teria admitido para a PM que havia mais drogas e munições escondidas.

Ao se aproximarem da residência de Paulo Vitor, os policiais visualizaram um homem descendo de um Honda Civic, que ao ver a polícia, jogou uma sacola para dentro do quintal da casa, que estava com os portões abertos.

O homem, identificado como Valdinei Santos Souza, 33 anos, foi abordado e, além da sacola que ele teria jogado para dentro do quintal da casa que continha vários pinos de cocaína, os PM’s encontraram duas pedras grandes de crack, pesando juntas quase 100 gramas.

Munições de vário calibres

Já dentro da casa, os policiais detiveram Maria Auzinete Langa Paradela, 59 anos, mãe de Paulo Vitor. De acordo com a Polícia Militar, ela fazia parte do esquema de vendas de drogas e munições, auxiliando o filho.

Em potes de suplementos alimentares, os policiais militares encontraram a maior parte das munições apreendidas, de oito calibres diferentes, totalizando 980 munições. Esta é maior apreensão de munições para armas de fogo da história recente de Guarapari. Também foram apreendidos no total 279 pinos de cocaína e R$ 2.475,55 em dinheiro.

O delegado Josafá da Silva, que estava de plantão nesta madrugada de segunda-feira na 5ª Delegacia Regional de Guarapari, informou para a reportagem do Portal 27 que os quatro detidos serão autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e por comercialização ilegal de munições.

Institucional Basic Idiomas
Institucional MAllagutti
Banner Marcelo

Padrão

4 COMENTÁRIOS

  1. Kkkkk José das duas uma ou vc é um advogado “doutor” de porta de cadeia ou cúmplice desse vagabundo.

    Eu assim como a maioria da sociedade de bem não está nem um pouco preocupada de como a lei protege VAGABUNDO, então agradeça a Deus pelo seu querido não ter partido para uma visita aí capeta mais cedo, por que nós já cansamos dessa enganação. Bandido bom é bandido morto.

    Amém

  2. KKKKKKKKKKKKKK. Engraçado Como É As Coisas Né, Como Pode O Nosso Brasil Ser Assim? Como Pode Essas Bostas De ‘Jornais’ Colocarem Coisas Que Não Tem Nada Haver, Ainda Tem O Prazer De Falar Tudo Isso, Que Por Cima É Mentira, Meu Deus. Ninguém Fala As Coisas Que Realmente Aconteceu Né? Afinal, Essas Coisas Que Chamam De ‘JORNAIS’ Só Falam Das Coisas Que O ‘Delegado’ Disse, Mas Ninguém Falou Que O Sobrinho Pequeno Dele Estava Lá Vendo Tudo. Ninguém Falou Que Eles Não Tinham Mandado De Prisão Para Entrar Lá . Porque Até Então Eles Não Podem Entrar Na Casa De Ninguém Sem Mandado, Mesmo Sendo Perseguição. Vamos Fazer Um Exemplo…. “A” Vende Drogas Para “B” Na Praça Da Cidade E É Perseguido Imediatamente Por Três PM. “A” Entra Em Sua Residênica Para Se Proteger.
    Pergunto: (1) A PM Pode Entrar Na Residência De “A” Mesmo Sem Ele Autorizar?
    (2) Se Isso Acontecer, A PM Comete Ou Não O Crime De Invasão De Domicílio? Por Quê? Fundamente.
    (3) E Se “A” Entrasse Na Casa De “C” E Esse O Autorizasse A Ficar Por Lá Para Se Proteger, Poderia A PM, Sem Autorização De “C” Entrar E Prender Em Flagrante “A”?
    Ok, Agora As Minhas Resposta Às Perguntas Acima São: “Mesmo Se Tratando De Flagrante, A PM Não Pode Entrar, Pois O Flagrante Aconteceu Na Parte Externa Da Casa E No CP(Não Me Lembro Neste Momento Qual A Fundamentação Jurídica Completa), No Art.150, Diz Que Em Caso De Flagrante, Só Se Pode Entrar Quando Acontecer No Interior Da Residência, Ou Seja “Quando Ali..”.  Entendo Que A Ação Certa Da PM É A Negociação Para Rendição Ou O Cerco Da Residência Para Conseguir O Mandado De Busca E Apreensão.
    Ah, Ninguém Também Fala Que Os Polícias Bateram Em Um “CADEIRANTE” Né? Falar Essas Coisinhas Aí São Fáceis, Quero Ver Falar As Verdades, Não Falam Porque Pode Prejudicar Os Polícias, Me Poupe Meus Amores.
    Mesmo, Se As Pessoas Que Estavam Presentes Falarem Que Viu Os Polícias Batendo Em Um Cadeirante, Em Uma Pessoa Impossibilitada De Se Defender, E Os Polícias Disserem Que Eles Não Fizeram Nada Disso, Claro E Óbvio Que O Juiz Vai Acreditar Nos Policiais. Mas Nosso Brasil É Assim Mesmo.

  3. KKKKKKKK. Engraçado Como É As Coisas Né, Como Pode O Nosso Brasil Ser Assim? Como Pode Essas Bostas De 'Jornais' Colocarem Coisas Que Não Tem Nada Haver, Ainda Tem O Prazer De Falar Tudo Isso, Que Por Cima É Mentira, Meu Deus. Ninguém Fala As Coisas Que Realmente Aconteceu Né? Afinal, Essas Coisas Que Chamam De 'JORNAIS' Só Falam Das Coisas Que O 'Delegado' Disse, Mas Ninguém Falou Que O Sobrinho Pequeno Dele Estava Lá Vendo Tudo. Ninguém Falou Que Eles Não Tinham Mandado De Prisão Para Entrar Lá . Porque Até Então Eles Não Podem Entrar Na Casa De Ninguém Sem Mandado, Mesmo Sendo Perseguição. Vamos Fazer Um Exemplo…. "A" Vende Drogas Para "B" Na Praça Da Cidade E É Perseguido Imediatamente Por Três PM. "A" Entra Em Sua Residênica Para Se Proteger.
    Pergunto: (1) A PM Pode Entrar Na Residência De "A" Mesmo Sem Ele Autorizar?
    (2) Se Isso Acontecer, A PM Comete Ou Não O Crime De Invasão De Domicílio? Por Quê? Fundamente.
    (3) E Se "A" Entrasse Na Casa De "C" E Esse O Autorizasse A Ficar Por Lá Para Se Proteger, Poderia A PM, Sem Autorização De "C" Entrar E Prender Em Flagrante "A"?
    Ok, Agora As Minhas Resposta Às Perguntas Acima São: "Mesmo Se Tratando De Flagrante, A PM Não Pode Entrar, Pois O Flagrante Aconteceu Na Parte Externa Da Casa E No CP(Não Me Lembro Neste Momento Qual A Fundamentação Jurídica Completa), No Art.150, Diz Que Em Caso De Flagrante, Só Se Pode Entrar Quando Acontecer No Interior Da Residência, Ou Seja "Quando Ali..".  Entendo Que A Ação Certa Da PM É A Negociação Para Rendição Ou O Cerco Da Residência Para Conseguir O Mandado De Busca E Apreensão.
    Ah, Ninguém Também Fala Que Os Polícias Bateram Em Um "CADEIRANTE" Né? Falar Essas Coisinhas Aí São Fáceis, Quero Ver Falar As Verdades, Não Falam Porque Pode Prejudicar Os Polícias, Me Poupe Meus Amores.
    Mesmo, Se As Pessoas Que Estavam Presentes Falarem Que Viu Os Polícias Batendo Em Um Cadeirante, Em Uma Pessoa Impossibilitada De Se Defender, E Os Polícias Disserem Que Eles Não Fizeram Nada Disso, Claro E Óbvio Que O Juiz Vai Acreditar Nos Policiais. Mas Nosso Brasil É Assim Mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here