Banner TOP
Ribero e Padua
JB Padrão

Douglas Silva dos Santos, Jhonatan de Souza Chagas e Deivid de Souza são investigados em função de dois crimes cometidos no município. Os três homens já tiveram passagem pela polícia e são procurados. 

Um dos roubos aconteceu em 2 de dezembro de 2018, quando os criminosos invadiram uma casa no interior de Guarapari e renderam quatro pessoas, um militar aposentado de 79 anos, seu filho, sua esposa e uma criança de seis anos que chorou durante todo o tempo. Todos foram amarrados e sofreram violência psicológica por aproximadamente duas horas e meia. 

O segundo roubo aconteceu pouco tempo depois, em 2 de fevereiro de 2019, também em uma localidade rural de Guarapari onde moram um casal com seis filhos. Como era tarde, 0h, algumas crianças já estavam dormindo. Os criminosos renderam o casal e somente dois filhos (um de 4 e um de 9 anos) que estavam dormindo não foram obrigados a ficar deitados com o rosto no chão. A ação dos bandidos durou aproximadamente três horas e trinta e sete minutos. 

Três jovens procurados pela polícia, investigados por crimes no interior de Guarapari

Conversamos com o delegado da Polícia Civil Guilherme Eugênio que chamou atenção para o caráter violento das ações e para as condições vulneráveis das vítimas. “Chamaram atenção pelo tempo que perduraram, uma durou quase três horas e a outra quase quatro horas. Pela condição das vítimas, idosas e crianças, nos dois roubos houve crianças a partir de 4 anos rendidas. Em um dos roubos foi vitimado um militar de 79 anos. O teor das ameaças proferidas, as ameaças foram muito intensas, dizia-se a todo momento nas duas ações que caso fossem encontrados quaisquer objetos de valor que não tivessem sido entregues voluntariamente pelas vítimas, elas seriam mortas e caso a polícia soubesse do fato, elas também seriam mortas, então as vítimas não tinham a vontade de que isso fosse, a princípio, apurado, por medo”, afirmou o delegado. 

Delegado Guilherme Eugênio

Os três investigados têm passagem pela polícia. “Todos se encontravam presos até meados de 2018 e um deles foi solto há poucos meses. Todos eles foram presos pela prática de crimes inclusive contra o patrimônio, roubos, furtos, tráficos de drogas. Todos foram soltos recentemente”, afirmou o delegado. 

A Polícia Civil acredita que outros roubos praticados em regiões pouco habitadas no município podem ter ligação com os citados acima. “Acreditamos que esses criminosos estejam envolvidos também nesses outros crimes”, afirmou o delegado.

Denúncia. “Estamos à disposição de outras vítimas que queiram nos procurar, estamos atentos à denúncias prestadas tanto pelo 181, quanto às prestadas presencialmente aqui. Precisamos da ajuda da população para captura de esses infratores que fugiram e pedimos a quem ver um desses infratores na rua que acione a polícia imediatamente através do 190, número de emergência. E se as pessoas quiserem, podem solicitar ao Ciodes a preservação de sua identidade, mas aqueles que tiverem notícia do paradeiro, da residência estabelecida por esses infratores, entre em contato conosco pelo disque denúncia, sempre destacando o sigilo absoluto”. 

Ideally
Camara Municipal de Guarapari – Participe

Institucional MAllagutti
Banner Marcelo

5 COMENTÁRIOS

  1. Certos comentarios deveriam ser analisados antes pelo Portal 27 pra ver se deveriam ou nao ser colocado ao leitor. E quanto ao comentario da Sra. Emile, ta doída pq? Com certeza um desses 3 vermes deve ser da sua laia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here