Nesta quarta-feira (06), policiais civis de Presidente Kennedy cumpriram três mandados de prisão e prenderam L. C. O., 46 anos, V. A. A., 34 anos, e L. C. P. F., 31 anos. Os três foram detidos por causa da inadimplência no pagamento de pensão alimentícia.

L. C. O. e V. A. A. foram presos na zona rural do município, nas localidades de Cancela e Santo Eduardo, respectivamente. Já o homem identificado como L. C. P. F. foi detido em uma rua do Centro da cidade.

Segundo informações do titular da Delegacia de Polícia (DP) de Mimoso do Sul e responsável pela operação, delegado Rômulo Carvalho Neto, todos os detidos possuíam mandados de prisão em aberto e as dívidas somadas chegavam a R$ 8,5 mil. “A operação teve como objetivo o cumprimento dos mandados. Assim que os recebemos, localizamos os suspeitos e os prendemos”, disse o delegado.

Todos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Marataízes, onde permanecem à disposição da Justiça.

egundo o delegado, o suspeito possuía um mandado de prisão em aberto expedido pela Vara da Família do município.
Segundo o delegado, o suspeito possuía um mandado de prisão em aberto expedido pela Vara da Família do município.

Suspeito de não pagar pensão é detido novamente em Marataízes

Pela segunda vez, policiais civis de Marataízes prenderam, nessa terça-feira (05), um suspeito de inadimplência no pagamento de pensão alimentícia. A prisão aconteceu no bairro Acapulco, no município.

De acordo com o titular da Delegacia de Polícia (DP), delegado Luiz Carlos Pascoal, E. M. R., 42 anos, foi detido em sua residência e não reagiu à abordagem. Segundo o delegado, o suspeito possuía um mandado de prisão em aberto expedido pela Vara da Família do município. “Já é a segunda vez que ele é preso por não pagar pensão alimentícia. Ele deixou de pagar R$ 2.551,60”, informou o delegado.

E. M. R. foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Marataízes, onde permanece à disposição da Justiça.

Deixe seu comentário