Foi na tarde do último Sábado (29), que Policiais Militares foram até o bairro São João em Guarapari, onde receberam informações que no local houve disparo de arma de fogo.

A equipe chegou até o bairro e realizou buscas pela região conhecida pelo intenso comércio de tráfico de drogas. Após patrulha, encontraram um menor de 16 anos que possivelmente teria envolvimento com os tiros disparados naquela tarde.

O menor foi abordado no local e os PMs constataram que ele já tinha passagem pela justiça por tráfico de drogas e homicídio. Quando os policiais foram conduzi-lo até a viatura, moradores se juntaram próximo ao carro da PM e começaram a lançar pedras em direção ao veículo. Os militares revidaram efetuando três disparos de balas de borracha  para conter a multidão.

Os policiais foram atingidos por diversas pedras. Imagem Ilustrativa
Os policiais foram atingidos por diversas pedras. Imagem Ilustrativa

Um dos policiais que estava na abordagem conta que foi desnecessária a atitude da população em revidar contra ao trabalho da Polícia Militar.

“Só revidamos porque estávamos sendo agredidos. Inclusive, uma injusta agressão, pois nenhum militar agrediu e muito menos encostou a mão em alguém. O menor, apesar de ser extremamente perigoso, foi conduzido no banco de tras da viatura sem algemas como determina a lei”. Conta o soldado que não será identificado pela reportagem.

Outros militares chegaram ao local para fazerem a segurança dos policiais envolvidos na ocorrência. Logo, os homens do Grupo de Apoio Operacional (GAO), foram recebidos com mais pedras e garrafas de vidro que atingiram a perna de um PM que efetuou disparo de  balas de borracha. A viatura policial foi depredada e ninguém foi preso. O menor foi encaminhado ao DPJ de Guarapari.

Deixe seu comentário