Após sofrer um grave acidente na tarde desta quarta-feira (27), João Pedro Rohr, de 20 anos, chegou a ser desenganado pelos médicos, mas sobreviveu e agora segue lutando pela vida.

A mãe do jovem, Josi Rohr,  relatou que o filho está vivo por uma milagre. “Até ontem meia noite quando saímos daqui os médicos não deram chance de vida a ele. Hoje, por um milagre de Deus, não se sabe explicar, ele reagiu”, disse a mãe.

Na tarde desta sexta-feira (29) João Pedro  vai passar por uma cirurgia para amputar a perna esquerda. Segundo a mãe, ele já passou por várias cirurgias desde o momento de sua internação. “Ele é um paciente politraumático e agora ele já está preparado e vai fazer uma nova cirurgia, crítica. O caso dele é gravíssimo”.

Ela disse ainda que João Pedro ainda devem passar por muitas outras cirurgias. “Se ele sobreviver a essa cirurgia, ainda vai passar por muitas outras porque ele teve politraumatismo. Os médicos não sabem quantificar ainda porque ele não pode se quer ser removido para uma ressonância”.

Josi relatou que o filho já respondeu a alguns estímulos. “Ele está na UTI e sedado, mas hoje respondeu ao meu estímulo. Eu chamava por ele e ele tentava falar, abriu os olhos por várias vezes, ouve, chora e balançava a cabeça quando eu perguntava se ele queria que eu ficasse ou não. Então os médicos disseram que foi um estimulo muito grande para ele e me permitiram que eu continue aqui do lado dele até que ele vá para a sala de cirurgia”.

. João Pedro é o único filho de Josi, mas mesmo com toda a dificuldade do momento ela mantém a fé de que vai acontecer o que for melhor para ele. “É um momento muito complicado. Falo que mãe não tem um filho para perde-lo. Mas tenho muita fé e Deus não nos dá um filho. Ele nos empresta. E aconteceu isso e se ele o levar, ele tem um propósito para minha vida, para vida do pai e para a dele. A gente está tentando manter a calma. É claro que em alguns momentos a gente cai e chora porque somos humanos. Mas estamos tentando manter a tranquilidade”, disse a mãe.  

De acordo com ela, João Pedro está sendo atendido por uma equipe é multidisciplinar do Hospital Cias, da Unimed. A mãe contou que a recepção do hospital está cheia de pessoas querendo notícias dele e que o jovem tem recebido um ótimo atendimento. “O hospital está muito envolvido com a questão dele. A junta médica está se desdobrando e o atendimento é fora do comum”, disse a mãe agradecida.

Gratidão. A mãe também agradeceu a toda equipe que prestou socorro a João Pedro. “A gente tem uma gratidão muito grande desde a remoção, que foram as pessoas que salvaram a vida dele no momento. Acho que ele já chocou naquele momento e a rapidez com que foi feito o transporte dele tanto terrestre até o aeroporto quanto via área porque ele chegou muito rápido. Isso foi um ponto crucial para que ele sobrevivesse. Também agradeço a equipe que já estava aqui para recebe-lo e o estabilizou para que fosse para o centro cirúrgico. Então foi uma junta médica que desde o resgate até ele chegar aqui foi tudo muito bem feito”.

Josi também fez questão de agradecer a todos que doaram sangue para seu filho e aos que estão rezando por ele. “Agradeço de todo coração mesmo não sabendo quem são as pessoas que doaram e as orações do pessoal de Marechal, Domingos Martins, Vitória e Vila Velha e Guarapari”.

Ela também disse pediu orações pela vida do filho. “Quando ele for para a sala de cirurgia uma corrente de oração será postada na Facebook. Uma corrente de prece já está sendo feita a todo o tempo. Mas na hora que ele for para a cirurgia vamos postar isso para reforçar esse pedido pela vida dele”.

Comments are closed.