Na manhã desta quarta-feira (05) a Prefeitura de Guarapari, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Cultura e Turismo, realizou o Café com Artistas, no Guará Centro de Eventos, para apresentar o projeto Esquina da Cultura e os artistas regionais participantes para a imprensa.

Durante o café estiveram presentes artistas como o Maestro Mauro Sérgio, Rogerinho do Cavaco, Marcela de Carvalho, Chryso Rocha e os artistas de rua do Grupo Maratimba. Os músicos realizaram uma apresentação musical.  

Artistas locais que vão se apresentar no Esquina da Cultura realizaram uma apresentação no evento desta quarta-feira (05).

A gerente de Cultura Cássia Saldanha explicou que o projeto Esquina da Cultura foi idealizado pelo prefeito Edson Magalhães e vai acontecer na Avenida Joaquim da Silva Lima, no Centro, nos dias 21,22,28 e 29 de julho. Durante todo evento vão acontecer shows de artistas regionais e nacionais como Família Lima e Cláudio Zoli.

Ela também relatou como será a estrutura do evento. “Teremos dois tablados e um palco.  A proposta do tablado é dar uma relação mais próxima com o artista já que neles vão acontecer apresentações de uma música instrumental e ela convida a esse ambiente mais aconchegante. Em frente aos tablados teremos mesas e cadeiras para acolher o público e ao longo deles teremos os trucks distribuídos de um lado e do outro. No meio da rua teremos o palco central onde teremos as atrações nacionais e aí sim uma estrutura maior onde vamos receber Mary Di, Casaca, Família Lima e Cláudio Zoli”.  

Segundo Cássia, o evento vai contar com 20 food trucks que servirão massas, hambúrguer, comida mexicana, comida de boteco e petiscos e todos são locais. “A estrutura dos trucks foi pensada no conceito da diversidade gastronômica e também o que cada um pode oferecer aos seus clientes. Fizemos uma seleção prévia e assim como a música estamos valorizando primeiro a produção local. Procuramos contemplar todos os trailers e trucks que existem na cidade. É um incentivo a esse conceito de gastronomia. Teremos trucks locais, regionais e estaduais e todos os dias eles estarão antecipando o horário de início do evento para convidar o pessoal para participar”.

Família Lima e Cláudio Zoli vão se apresentar no palco principal do evento.

O Esquina da Cultura também vai abrir espaço para os produtores de cerveja artesanal de Guarapari. “Estamos com uma estrutura para as cervejarias artesanais que vai ser tipo um balcão, mesa de boteco e bem apropriado para as pessoas poderem sentar e degustar. Todos estarão concentrados no mesmo ambiente e próximo ao deck da cultura para que as pessoas conheçam as marcas e produtores da cidade”.  

A gerente de cultura também afirmou que o local escolhido para a realização do projeto foi uma forma de incentivar o comércio. “O Esquina da Cultura contemplou a avenida Joaquim da Silva Lima exatamente pensando nos comerciantes porque ali é um reduto de bares, restaurantes e lanchonetes”.

“Em frente ao Beco da Fome nós vamos montar dois decks que chamamos de  Decks da Cultura. Neles vamos ter mesas e cadeiras bem acolhedoras e intimistas para as pessoas poderem sentar, escolher o seu lanche e ficar ali na rua. Os decks vão ficar em pontos estratégicos desses restaurantes porque assim os clientes dos restaurantes podem ficar também fora dos restaurantes, eles não precisam ficar necessariamente dentro do local e a gente está pedindo de colaboração que os restaurantes abram os seus banheiros para o público que vai estar circulando. Estamos convidando o comércio para ficar aberto durante o evento”, afirmou a gerente de Cultura.

O evento vai contar com shows de artistas locais e nacionais.

O secretário de Turismo Miguel Agrizzi ressaltou que o evento vai ajudar na economia local. “A grande importância é de trazer o turista para Guarapari para fomentar o comércio. Este é um evento especialmente destinado ao comércio da cidade e a gente até pede para que todas abram suas portas para que façam bons negócios”.

Ele também afirmou que a primeira edição do Esquina da Cultura vai atrair turistas. “Queremos que as pessoas retornem para Guarapari e mantenham sua estadia mais prolongada no município porque nos últimos anos o mês de julho tem vindo cada vez menos gente para a cidade. Nesses dois finais de semanas acreditamos que vai vir muita gente para cá e no futuro a gente pode aumentar o período do evento para o mês todo de férias”.

De acordo com a gerente de cultura, o evento terá segurança reforçada. “A gente vai contar com o apoio da Polícia Militar, com seguranças particulares na rua e vamos monitorar o evento. Para os trucks estacionados também teremos um reforço de segurança”.

Deixe seu comentário

Comments are closed.