Com as fortes chuvas que atingiram o interior, a prefeitura de Guarapari, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania (SETAC), está realizado o cadastramento das famílias atingidas pela chuva, em Iguape.

Secretaria Municipal de Trabalho, Assistência e Cidadania (SETAC) realizando o cadastramento das famílias atingidas pela chuva, em Iguape. Fotos: Prefeitura de Guarapari

DOAÇÕES. A Setac também está arrecadando doações. Quem quiser doar pode procurar a sede da Secretaria: Rua Santo Antônio, Muquiçaba, ao lado da Delegacia da Mulher. As principais necessidades são: material de higiene pessoal, roupa de cama, roupa de criança é adulto, produto de limpeza, água potável, colchão, alimentos e toalhas. 

A igreja evangélica Ministério Vinde, localizada na rua Piumbini, em Muquiçaba, também está arrecadando doações para as famílias que tiveram as casas atingidas pela chuva. O responsável por missões e ação social da igreja, Gederson Santos Zilio, relatou que visitou Iguape e que  a maior necessidade dos desabrigados são alimentos .

 “A gente percebeu que eles perderam todos os alimentos que tinham na dispensa, guarda-roupa, colchão e outros utensílios de casa. Alguns eles vão recuperar com a limpeza. Então estamos arrecadando água mineral, material de higiene pessoal. Mas, tem pessoas doando colchões, fogo e sofá. Tem sido uma doação não específica e cada um colabora com o que tem”, afirmou Gederson.

Os alimentos arrecadados estão sendo montados em cestas básicas que devem ser distribuídas ainda hoje. Foto: Arquivo Pessoal

Ele contou que um restaurante dou 15 marmitex que foram distribuídos na hora do almoço para algumas famílias que tiveram as casas atingidas pelo alagamento e um lanche da tarde já está sendo preparado.

Segundo ele, até o momento foram arrecadados cerca de 300 quilos de alimentos e estão sendo montadas cestas básicas para a distribuição, que deve acontecer ainda hoje.  Roupas, travesseiros e roupas de cama e banho também estão sendo arrecadadas. “Como a carência maior é de alimentos a gente pretende levar as cestas básicas hoje porque as pessoas já passaram a madrugada todo lutando com a água lá e a fome já chegou. As outras coisas estamos criando uma logística para ir arrecadando com o caminhão que a gente arrumou e depois ir levando de acordo com a necessidade de cada um”.

Algumas peças de roupas também já foram doadas e devem ser entregues nos próximos dias junto com outros donativos como, por exemplo, colchões. Foto: Arquivo Pessoal

Gederson  ressaltou a importância da solidariedade ao próximo. “Hoje não está acontecendo comigo, mas amanhã pode ser.  Ajudar o outro naquilo que possível a minha pessoa fazer não é uma responsabilidade social, mas uma obrigação. Talvez a pessoa não consegue ajudar com 10 quilos de alimento, mas pode ajudar com um e este um para quem recebe faz toda a diferença porque para quem está sem nada esse um quilo pode ser tudo que ela vai ter agora”.

Quem quiser colaborar com alguma doação, mas não tem como levar até a igreja pode entrar em contato com o Gederson no telefone 99959-6679 que ele vai buscar.

Deixe seu comentário

Comments are closed.