Nesta semana muitos moradores da Praia do Morro foram surpreendidos por uma nova sinalização no trânsito da Av. Oceânica, diversas placas foram instaladas por toda a rua, proibindo o estacionamento no lado esquerdo da via. A principal reclamação feita pelos moradores foi a não comunicação sobre a mudança, sem ouvir o lado deles.

Foi o caso de duas moradoras da cidade que trabalham de frente para a avenida, Thaiz Abreu, uma comerciante que, e Milena Assis, uma assistente administrativa. As duas comentaram sobre o baixo fluxo de trânsito e a insegurança de estacionar nas ruas de trás, além de reclamarem sobre a falta de comunicação da medida.

“Eles não deram nenhuma explicação pra gente nem antes, nem durante e nem depois que colocaram as placas, as pessoas ainda não estão respeitando e ninguém sabe se já está funcionando ou quando serão dadas novas explicações sobre. O trânsito aqui é calmo o ano todo, não justifica a proibição. Se não pudermos parar aqui como vamos fazer? As ruas lá de trás são muito perigosas e o risco de assalto é grande”, comentou Thaiz.

Nesta semana muitos moradores da Praia do Morro foram surpreendidos por uma nova sinalização no trânsito da Av. Oceânica

Já Milena disse: “Eu e meus colegas chegamos de carro para trabalhar, não temos estacionamento privado então parávamos aqui, mas com essa mudança o outro lado sempre está cheio e não arriscamos o outro lado, mesmo que muitas pessoas desrespeitem e parem. É perigoso parar nas ruas de trás e se pararmos neste lado precisamos pagar o rotativo na alta temporada, pagar o estacionamento trabalhando 8 horas por dia durante 30 dias é muito caro”.

Procuramos também o presidente da Associação de Moradores da Praia do Morro, Caiê Hofstatter, que garantiu que a entidade está fazendo o melhor para chegar em um entendimento bom para os dois lados e que garanta o bem comum.

“A Associação de Moradores da Praia do Morro está buscando junto ao secretário de fiscalização, Luiz, uma solução para que possamos beneficiar os comerciantes locais que trabalham e necessitam do estacionamento diário e os outros, resultando para que ocorra o bem comum”, comentou Caiê.

O outro lado

Anteriormente nesta semana procuramos a Prefeitura de Guarapari para falar sobre o assunto e fomos respondidos que se tratava de uma questão de ordenamento do trânsito na cidade, organizada pela Secretaria de Postura e Trânsito, confira a nota:

“A Secretaria Municipal de Postura e Trânsito (Septran) informa que está realizando o ordenamento do trânsito na cidade, incluindo a Avenida Oceânica. O local apresenta um grande fluxo de veículos e em sua extensão há pontos estreitos, que com o estacionamento de ambos os lados, acaba atrapalhando o fluxo do trânsito.
Para a colocação das placas, foram realizados estudos técnicos da via.
Quanto ao rotativo que irá operar no local, o projeto licitado prevê estacionamento somente do lado direito da via, conforme o estudo técnico da viabilidade do município”.
Deixe seu comentário