Servidores comemoram rejeição do aumento de 4% proposto pela prefeitura. Foto: João Thomazelli/Portal 27
Servidores comemoram rejeição do aumento de 4% proposto pela prefeitura. Foto: João Thomazelli/Portal 27

A prefeitura de Guarapari sofreu sua primeira derrota na greve dos servidores municipais, que está no segundo dia. O Projeto de Lei que previa um aumento de 4% para os servidores foi rejeitado por unanimidade pelos vereadores na sessão ordinária de hoje.

A movimentação dos grevistas começou por volta das 13 horas na Praça da Itapemirim. Em seguida, os cerca de 500 servidores foram em passeata até a Câmara Municipal para acompanhar a votação. A sessão ordinária começou por volta das 15 horas com o plenário lotado.

A rua Getúlio Vargas foi interditada pelos manifestantes. Foto: João Thomazelli/Portal 27
A rua Getúlio Vargas foi interditada pelos manifestantes. Foto: João Thomazelli/Portal 27

A rua Getúlio Vargas teve que ser interditada pois os servidores que não conseguiram entrar no plenárioda Câmara tomaram a rua e com um carro de som gritava palavras de ordem do tipo: “Servidor na rua! Prefeito, a culpa é sua!”. Logo em seguida eles fizeram um minuto de silêncio pela morte do ex-prefeito de Guarapari Gilberto Corradi (veja aqui) e cantaram o hino nacional.

Dentro do plenário, os servidores se acomodaram como puderam, até mesmo no chão. Na pauta do dia, além do Projeto de Lei que previa o aumento de 4%, vários requerimentos dos vereadores. Estes requerimentos foram votados em bloco e aprovados rapidamente.

A atenção de todos então se voltou para a leitura e votação do PL. Depois que os pareceres das comissões foram votados, os vereadores, por unanimidade votaram contra o aumento, deixando por conta da prefeitura o desgaste político e administrativo da greve. com o resultado da votação, os servidores fizeram a festa. alguns até choraram no plenário da Câmara.

A Câmara ficou lotada pelos servidores municipais. Foto: João Thomazelli/Portal 27
A Câmara ficou lotada pelos servidores municipais. Foto: João Thomazelli/Portal 27

“A greve continua. Eu quero agradecer aos vereadores. Eles não iam deixar na mão os servidores. Agradeço também aos servidores que aderiram ao movimento por confiarem no sindicato. Todos os dias nós vamos nos reunir em algum ponto da cidade para protestar, até que o prefeito ouça ouça os servidores”, disse Rosemary Abud, diretora do sindicato que representa os servidores municipais.

O presidente da Câmara, vereador Wanderley Astori (sem partido), disse que a Câmara acompanhou a vontade dos servidores. “Nós estamos aqui para representar a vontade deles (servidores). Como eles não concordam com aumento de 4%, nós votamos contra’, declarou.

Nesta quarta-feira os servidores farão nova manifestação, desta vez em frente à sede da Prefeitura de Guarapari.

Confira no vídeo abaixo a reação dos servidores depois da rejeição do projeto que previa o aumento de 4%:

Deixe seu comentário