A equipe da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari prendeu, nessa quarta-feira (02), o suspeito de roubar uma residência no bairro Aeroporto, em Guarapari. Wesley Rodrigues da Costa, de 23 anos, já havia sido preso, dias após o crime, mas foi liberado pela justiça. A prisão foi realizada na residência do suspeito, no bairro Itapebussu.

O titular da Deic de Guarapari, delegado Guilherme Eugênio, informou que o crime ocorreu no dia 03 de junho na residência da família. “Armado e junto de um comparsa, o detido ingressou no quintal da residência das vítimas e aguardou pela chegada delas. Quando o pai e o filho, de apenas sete anos, chegaram em casa, foram rendidos pela dupla que exigiu que as vítimas exibissem seus objetos de valor”, explicou.

Wesley Rodrigues da Costa, de 23 anos, já havia sido preso, dias após o crime, mas foi liberado pela justiça.

Segundo o delegado, o suspeito trancou as vítimas dentro de um banheiro enquanto realizava a subtração dos pertences. Dentre os objetos subtraídos havia uma camisa, óculos de grau, uma guitarra, uma caixa de som amplificada, uma caixa de som JBL, dois aparelhos celulares, cinco televisores de LED e R$ 250,00. Apenas foram recuperados um aparelho celular, os óculos de grau e a camisa.

“Após investigações, identificamos o suspeito e o encaminhamos até a delegacia para prestar depoimento. Durante o depoimento, ele denunciou dois adolescentes que já foram apreendidos por roubo, mas constatamos que nenhum dos dois apontados participaram do crime. Por isso, realizamos a prisão em flagrante do detido pelo crime de denunciação caluniosa. Ele já havia sido preso em 2015, pelo crime de roubo de uma motocicleta”, disse Eugênio.

Óculos roubados. As vítimas foram feitas reféns durante 40 minutos sob ameaças.

No dia seguinte à prisão, Wesley foi liberado pela justiça. Continuando as investigações e apurando novas informações, a Polícia Civil (PCES) constatou, novamente, o suspeito como suposto autor do crime e realizou sua prisão preventiva por denunciação caluniosa e roubo. “Até o momento não foi possível localizar o segundo suspeito e o detido permanece negando o crime”, informou o delegado.

Wesley Rodrigues da Costa foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Guarapari (CDPG).

Deixe seu comentário