Realizar e receber ligações por meio do sistema de telefonia móvel tem se tornado um verdadeiro transtorno em Guarapari. E quando finalmente a ligação é feita, começa a dificuldade de ouvir quem está do outro lado. A ligação começa a picotar devido à falta de sinal e na maioria das vezes o telefone acaba ficando mudo.

Nas últimas semanas, as reclamações de que não é possível fazer ligações, enviar mensagens ou acessar a internet pelo aparelho celular tem se tornado comum entre os moradores e turistas, e causado confusão para quem usa o celular no trabalho. “Fico sem sinal de internet quase o dia inteiro e isso me prejudica no trabalho. Preciso acompanhar a entrega dos apartamentos através do Whatsapp, mas contar com o sinal da vivo está difícil. E quando resolvo enviar sms, a mensagem fica voltando. Falar ao telefone então? está ainda pior”, declara a corretora de imóveis Taíssa Rodrigues.

1338126062317-servicos-telefonia-celular

E não são poucas reclamações. Há relatos de pessoas que precisam ficar andando com o aparelho por vários locais em busca de sinal para completar a ligação. E conforme o usuário vai andando, o sinal às vezes some e de repetente a linha fica muda.

De acordo com a moradora, as falhas acontecem o ano inteiro, mas no verão a situação piora. “Aqui em casa o sinal é péssimo. Eu preciso ficar andando para encontrar um local que o telefone dê sinal, e não posso sair do ponto até desligar a ligação, porque se não for assim, não consigo ouvir a pessoa, já que a ligação começa a picotar até eu perder a paciência por não conseguir ouvir perfeitamente e desligar. E para usar a internet, só com o wi-fi, porque a conexão pela operadora não tem como”, desabafa a moradora do bairro Nossa Senhora de Fátima Rafaela Constancio.

Procon. Apesar da inúmeras reclamações, de acordo com atendente Atílio Maioli, desde o mês de novembro, apenas três pessoas procuraram o Procon de Guarapari para registrar problemas com a falta de sinal de telefonia móvel. E por isso acredita que os moradores entendem que a rede de celular esteja congestionada devido à quantidade de turistas na cidade.

O órgão esclarece que o usuário deve procurar o Procon para relatar os problemas. Orientando que os usuários precisam anotar exatamente a hora em que tentou fazer a ligação ou se conectar a internet, para que o Procon possa cobrar explicações da Anatel e das empresas de telefonia.

Em dezembro, a vivo foi multada pelo Procon/ES em 7,5 milhões de reais e teve a venda de novas linhas proibidas, por causa da má prestação de serviços de voz, dados e mensagens de texto, comprovada por inúmeras reclamações de capixabas. Mas voltou a comercializar os chips sob liminar na justiça.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) explica que precisa da ajuda dos usuários para exigir melhorias das empresas. Diante disso, é preciso que a população reclame através do telefone 1331.