O professor de Guarapari Robson da Silva Lopes, de 39 anos, está internado no Hospital Evangélico de Vila Velha em virtude de uma pancreatite, uma inflamação no pâncreas, e precisa com urgência de doadores de sangue. O professor também testou positivo para o coronavírus.

Robson é professor de biologia e ciências e trabalha nas escolas Angélica Paixão, Cândida Soares Machado e Manoel Rosindo da Silva, em Guarapari.

As doações de qualquer tipo sanguíneo podem ser feitas na Hemoclínica de Vitória, que fica no Parque Moscoso, atrás do Hospital Central, de 7hs às 16hs. A doação precisa ser feita em nome de Robson da Silva Lopes.

Além da grave inflamação no pâncreas, o professor acabou contraindo o coronavírus no hospital e está entubado. A doação de sangue se tornou extremamente importante neste momento em que o banco de sangue do estado está vazio.

Quem tiver interesse em ir de carona, pode entrar em contato através do telefone (27) 992327669, e passar o nome para Camila Freire.

Requisitos para doar
– Apresentar documento de identidade oficial com foto, válido em todo território Nacional
(Carteira de identidade, de trabalho, habilitação, passaporte).
– Estar se sentindo bem
– Ter idade mínima de 16 anos (16 e 17 anos mediante consentimento formal do responsável
legal)
– Ter idade máxima de 70 anos incompletos (desde que a primeira doação tenha ocorrido
antes dos 61 anos)
– Pesar acima de 50 kg
– Ter dormido bem na noite anterior à doação.
– Não estar em jejum.
– Fazer repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação.
– Não ingerir bebida alcóolica nas 12 horas antes da doação.
– Evitar fumar, pelo menos 2 horas antes e depois da doação.
– Evitar ingerir alimentos gordurosos.
– Caso tenha almoçado, a doação deve ocorrer 3 horas após.

Siga nossas redes. Fique ligado em nossa redes sociais e fique bem informado. Nos siga no InstagramFacebook e Youtube 

Deixe seu comentário