O Ministério Público do Trabalho no Espírito Santo (MPT/ES) iniciou uma rodada de assinaturas de convênio com municípios de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Fundão, Viana e Guarapari, em parceria com o Tribunal Regional do Trabalho no ES (TRT/ES), o Fórum Estadual de Aprendizagem, de Proteção ao Adolescente Trabalhador e Erradicação do Trabalho Infantil (Feapeti), além da empresa ArcelorMittal Brasil.

O intuito do projeto é alertar a sociedade a cerca da erradicação do trabalho infantil.

Essa articulação entre instituições, municípios e iniciativa privada visa à implementação do projeto “MPT na Escola”, com o objetivo de intensificar o processo de conscientização da sociedade com vistas à erradicação do trabalho infantil, rompendo as barreiras culturais que dificultam a efetivação dos direitos da criança e do adolescente. O projeto abrangerá um total de 20 mil alunos da rede pública de ensino da região metropolitana.

Estiveram presentes para a celebração do convênio representantes do MPT/ES, TRT/ES e representantes dos municípios parceiros do projetos, incluindo a secretária municipal de educação, Sônia Meriguete.

De acordo com a secretária, Guarapari iniciou um trabalho com a Promotoria de Justiça de Guarapari e o Conselho Tutelar local, cujo foco é a prevenção. No entanto, considera de suma importância a adesão ao projeto “MPT na Escola”, tendo em vista a preocupação com o combate ao trabalho infantil.

Participarão deste projeto três escolas municipais, com maior índice de evasão escolar, essas escolas serão definidas já na próxima semana.

O projeto “MPT na Escola” consiste no desenvolvimento de trabalhos artísticos e culturais (conto, curta-metragem, teatro, desenho, música e poesia) pelos alunos, com o Tema: “Erradicação do Trabalho Infantil”. Tendo como culminância a premiação em nível estadual.

Deixe seu comentário