A falta de um hospital que possa atender os moradores de Guarapari em cirurgias de média complexidade, levou o subsecretário estadual de turismo, Gedson Merízio, a buscar soluções emergenciais, por ser uma reclamação antiga da população.

São Pedro. Após uma conversa com um dos proprietários do único hospital particular da cidade, o Hospital São Pedro, Merízio viu a possibilidade de credenciar o hospital ao Governo do Estado, para a compra de leitos. Assim, os pacientes que dão entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Ipiranga, e são submetidos a cirurgias de média complexidade, vão poder ser atendidos na cidade, ao invés de aguardar por uma vaga em hospitais da Grande Vitória.

“Nossa população, que sofre por uma vaga em hospitais da Grande Vitória, se houver vagas no Hospital São Pedro, poderão ser atendidos na própria cidade, sem se preocupar com o deslocamento e principalmente a longa espera. Resolvemos assim, um problema de saúde de maneira urgente da nossa cidade”, esclarece Merízio.

O subsecretário estadual de turismo se reuniu com o secretário estadual de saúde, Nésio Fernandes de Medeiros Júnior, na tarde de ontem, pela segunda vez. Um dos proprietários do hospital, o Dr. Rogério Zanon, e o gestor em saúde, Carlos Eduardo Leão, acompanharam a reunião.

Estado. O subsecretário estadual de turismo se reuniu com o secretário estadual de saúde, Nésio Fernandes de Medeiros Júnior, na tarde de ontem, pela segunda vez. Um dos proprietários do hospital, o Dr. Rogério Zanon, e o gestor em saúde, Carlos Eduardo Leão, acompanharam a reunião, e declaram que vão aguardar esse passo tão importante para a saúde.

“Foi uma reunião proveitosa, e estaremos organizando os últimos detalhes para atender os pacientes do SUS no hospital. Vamos aguardar os procedimentos jurídicos para que possamos comemorar. Há 15 anos a população de Guarapari não tem atendimento de cirurgias na cidade. 90% dos problemas de saúde no município são de baixa e média complexidade e podem ser resolvidos em Guarapari”, esclarece Dr. Rogério.

Atendimentos. Com a celebração do convênio, a população terá atendimento cirúrgico na área de cirurgia geral, urológica, vascular, ginecológica e ortopédica.  “Para algumas cidades isso é algo simples de se encontrar. O fato de poder fazer uma operação de varizes é um procedimento cirúrgico simples, mas para Guarapari não é uma realidade. Atender os pacientes do SUS será um grande passo a saúde de Guarapari”, enfatizou Zanon.

O subsecretário estadual de turismo se reuniu com o secretário estadual de saúde, Nésio Fernandes de Medeiros Júnior e com Dr. Rogério.

O subsecretário estadual de Turismo informou que a celebração pode acontecer ainda este ano, para que os atendimentos comecem a ser realizados em 2020.

Mutirão. Enquanto o convênio não é efetivamente celebrado, o subsecretário estadual de turismo, Gedson Merízio, juntamente com Dr. Rogério Zanon, buscam junto ao Governo do Estado realizar um mutirão para que a fila do SUS de Guarapari possa ser zerada.
São atendimentos com especialidades médicas e as cirurgias de média complexidade, que precisam, segundo o subsecretário, de uma maior urgência.

“Teremos, muito provavelmente, um mutirão de saúde ainda este ano. O Hospital São Pedro é o único espaço físico da região para receber esses pacientes do SUS. Aguardamos um posicionamento da Secretaria Estadual de Saúde, para que possamos anunciar o início do mutirão, e de que maneira irá acontecer. O objetivo é zerar essa fila do SUS. Há pessoas que aguardam um simples atendimento com especialista por mais de um ano”, completa Merízio.

Deixe seu comentário