Uma crise política pode estar começando em Guarapari. Após anunciar mais de 100 demissões no começo do mês, o prefeito de Guarapari, Orly Gomes (DEM), demitiu também, para surpresa de muitos, o irmão do vice-prefeito Gabriel Costa.

Além de ser vice prefeito, Gabriel é o presidente do Democratas (DEM), partido de Orly. A decisão de demitir o irmão do vice foi tomada junto com as primeiras demissões. Mas a informação que o parente do vice-prefeito seria demitido, criou um mal-estar entre os dois e o assunto foi sendo empurrado para frente.

Prefeito Orly Gomes anuncia medidas de economia. Foto: PMG
Prefeito Orly Gomes anuncia medidas de economia. Foto: PMG

Porém, na manhã de hoje, o Portal 27 teve acesso a informação que o irmão do vice prefeito, identificado como José Costa Araújo, gerente na Secretária de administração, foi demitido.

Procuramos a prefeitura para confirmar a demissão do servidor e para saber as justificativas do prefeito para o desligamento do mesmo. Através de nota, a Secretaria Municipal de Comunicação, disse apenas o seguinte: “O servidor foi exonerado hoje do cargo de gerente de controle e manutenção de veículos”.

“Não vou me manifestar”.

Procurado por nossa reportagem, o vice prefeito Gabriel Costa confirmou a demissão do irmão e disse que não vai comentar o assunto. “Não vou me manifestar”, limitou-se a dizer ao Portal 27.

Gabriel
“Não vou me manifestar”, limitou-se a dizer ao Portal 27.

Rompimento. Fontes do meio político dizem que a atitude de Orly é uma declaração de rompimento. “Com essa atitude, Orly mostra que rompeu com o vice. O que ele fez politicamente, não se faz em lugar nenhum. Ao menos que se queira passar uma mensagem. E a mensagem é clara. De rompimento”, disse a fonte ouvida pelo Portal 27.

História. Tanto Orly, quanto Gabriel eram aliados do ex-prefeito e atual deputado estadual Edson Magalhães (DEM). Quando descobriu que não podia disputar a eleição, Edson decidiu que o seu indicado a prefeito seria Gabriel e que o vice seria Orly.

Orly não teria gostado e bateu o pé para ser prefeito. Assim, Gabriel virou vice e com ajuda de Edson, os dois ganharam a eleição. “Desde então, Gabriel tem ficado calado, não se manifestando em nenhuma ocasião, mesmo não concordando com várias atitudes tomadas pelo prefeito, mas o seu silêncio respeitoso, parece que foi punido com essa traição”, diz outra fonte ouvida pelo Portal 27.

Deixe seu comentário