A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) divulgou, nesta quarta-feira (26), a portaria que estabelece as normas para o concurso de remoção dos profissionais do magistério estadual. O concurso de remoção é destinado a professores e pedagogos efetivos da rede estadual de ensino, que desejam mudar em definitivo para outra escola.

O concurso de remoção é destinado a professores e pedagogos efetivos da rede estadual de ensino, que desejam mudar em definitivo para outra escola.

“A expectativa é que aproximadamente 1.600 profissionais participem do concurso de remoção e que a gente possa atender a totalidade de professores que querem mudar de unidade escolar. Após a conclusão desse processo, daremos partida a um novo concurso público para o magistério estadual”, destacou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.

As vagas do concurso de remoção são identificadas pela Sedu nas unidades escolares das 11 Superintendências Regionais de Educação (SREs), considerando as alterações estruturais atuais e futuras da rede estadual de ensino.

A escolha das vagas será realizada pela internet, por meio de um sistema online desenvolvido especificamente para o concurso, em parceria com o Prodest.

É importante destacar que o concurso de remoção será realizado em etapa única. As vagas disponíveis estarão relacionadas por superintendência, munícipio, escola e disciplina, e poderão ser consultadas no sitewww.educacao.es.gov.br, a partir do dia 31 de julho.

Inscrições. Para participar do concurso de remoção, os profissionais interessados deverão realizar a inscrição, exclusivamente, via internet, por meio do site www.servidor.es.gov.br ou www.educacao.es.gov.br, com abertura do sistema a partir das 10 horas do dia 02 de agosto, até às 16h59 do dia 09 de agosto.

O sistema disponibilizará um formulário para a escolha da vaga, o interessado deverá indicar de uma até dez unidades escolares, para as quais deseja se remover, na ordem de sua prioridade. Além de indicar a unidade escolar, o candidato deverá selecionar também a disciplina, a modalidade de ensino e a carga horária correspondente a cada turno de trabalho.

O candidato poderá indicar a mesma unidade escolar mais de uma vez, alterando apenas a distribuição da carga horária por modalidade de ensino e turno, observando sempre a ordem de sua prioridade.

A remoção se efetivará para apenas uma das unidades escolares selecionadas, de acordo com a classificação, a ordem de prioridade indicada e a disponibilidade da vaga pretendida.

Vale destacar, que o candidato ocupante de dois cargos e que desejar solicitar a remoção para ambos, deverá se inscrever para cada um deles.

Seleção. Para a seleção, serão considerados os seguintes critérios para classificação: tempo de efetivo exercício profissional na rede estadual de ensino, no cargo em que efetivar a escolha da vaga; qualificação profissional, considerando o nível de enquadramento do professor na carreira; e assiduidade.

O resultado do concurso de remoção será gerado automaticamente de acordo com a classificação, cargo, município e disciplina do candidato, e será divulgado no site  www.educacao.es.gov.br, na data provável de 11 de agosto.

Os professores aprovados assumirão os novos postos de trabalho no início do ano letivo de 2018.

Todas as informações sobre a seleção estão disponíveis na Portaria Nº 088-R, publicada no Diário Oficial do Estado, nesta quarta-feira (26).