Uma Carranca ou um...?
Uma Carranca ou um…?

Bom, eu tive que voltar ao começo e escrever este parágrafo como um habeas corpus porque seria uma injustiça depois de tanto esforço ver sacramentado o vaticínio dos amigos íntimos:

 “Olha se você publicar esta coluna, fatalmente vai se juntar ao pessoal da OPERAÇÃO LAVA JATO e VAI TOMAR NO C*”. Confesso que fiquei assustado (rsrsr)… Como assim… tomar no C*? “Sim, isso mesmo”, bradaram meus amigos caras pintadas… de vermelho, claro. Mas… mas acabei me inspirando naquele hino santo deles: NÃO VAI TER GOLPE NA MINHA COLUNA… pronto, P-U-B-L-I-C-A-D-A. E viva a tão falada UTOPIA – Estado Democrático e de Direito (afinal só vale para Rico que quando ROUBA vira MINISTRO).

Nunca antes na história deste país o pobrezinho foi tão ofendido. Opa, repare que estou falando do C* tá…. Não é do Lula não. Aliás foi da boca deste INGLÓRIO “companheiro” que saíram, na surdina, os IMPROPÉRIOS que lançaram o pacato C* à condição de celebridade. Acuado feito Jararaca pela Operação Lava Jato, o incendiário Lula já desfilou seu bote em frases à altura da sua capacidade crítica:

“Se Janot (Procurador-Geral da República) fosse formal teria tomado no c*”. “Estou pensando em pegar todo o acervo e levar e jogar na frente do Ministério Público. Eles que enfiem no C* e tomem conta disso”. “Eles que enfiem no C* todo o processo”.

A última vez que vi o “C*” tão famoso assim foi em uma canção/comédia escrita pela atriz Cris Nicolotti e que ganhou o VMB de 2007 como Web Hit. Quem não se lembra… rsrsr:

“Quando você, mandar tomar no C* pela primeira vez / Você vai retomar as rédeas da sua vida… / Nas suas mãos… / Comigo irmãos! / Vai Tomar no c* / Vai Tomar no c* / Vai Tomar no c*….”

Francamente, como cidadão, acho que tudo o que está acontecendo é uma TRAGÉDIA ANUNCIADA desde quando Dom Pedro I montado numa mula berrou “Independência ou Morte !!!”. Segundo Laurentino Gomes, autor do livro 1822 “ uma testemunha do Grito (o coronel Marcondes, futuro Barão de Pindamonhangaba) registrou em suas memórias que D. Pedro estava com dor de barriga devido a algum alimento estragado que havia comido no litoral paulista” – até aqui o C* fez história… viva o C*… rsrsr.

De lá para cá, optamos pela morte, visto que varremos todos os dias tanta merd* para debaixo do tapete que a política virou um pântano. Recentemente, por lá descobriram até um santo do pau oco… aliás um tucano chamado Aécio. A diferença é que, até agora, não sujou o nome do pobre do C* e mandou todo mundo para lá. Até quando ninguém sabe.  Se depender da Delação do senador Delcídio Amaral que citou um emissário de Alta Plumagem… o C*, coitado, vai ser difamado outra vez.

Parece piada e deselegância tudo o que estou escrevendo, e como eu queria que fosse, porém é na cara dura que as manchetes dos jornais me encaram a toda hora – até o jornal americano “The New York Times” dedicou seu editorial no dia 18 de março para afirmar que a explicação da mamãe dos pobres Dilma para a nomeação de Lula foi “RIDÍCULA”. Ultrapassamos, meu amigo leitor, os limites de todas as piadas – viramos motivos de chacota.

Diz o velho ditado “se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia”, mas a semana é santa, e o meu vai ser de graça:

ESTÁ NA HORA DE PURGARMOS NOSSOS PECADOS ELEITORAIS – SEPARAR EM CADA CANDIDATO O QUE É JOÃO MARKETING SANTANA DO QUE É REALIDADE. Feito isso estaremos salvando o C* de tantas maldades e vexames… afinal o C* é apenas o C* e não o depósito de tantas irresponsabilidades cometidas em seu nome.

Enquanto escrevo esta crônica, acabo de ler que o Papa da Corrupção Marcelo Odebrecht, enfim, está no caminho da DELAÇÃO PREMIADA. Coitado do nosso amigo lá debaixo… o tristonho C*, vai trabalhar ainda mais… o que tem de político com diarreia não está no gibi.

Deixe seu comentário